Principal ESPORTES “Voltar aos treinos não significa voltar a jogar”, revela o diretor executivo do Peixe Joca Zappoli
“Voltar aos treinos não significa voltar a jogar”, revela o diretor executivo do Peixe Joca Zappoli

“Voltar aos treinos não significa voltar a jogar”, revela o diretor executivo do Peixe Joca Zappoli

0
0

O governador Carlos Moisés determinou, em portaria divulgada na noite de segunda-feira (11), a volta às atividades do futebol, sendo o treinamento profissional e amador em Santa Catarina. Com isso, os clubes vão poder voltar a treinar, pelo menos, para priorizar a parte física, enquanto não se tem uma definição da volta dos jogos oficiais.

O diretor executivo do Clube Atlético Tubarão, Joca Zappoli, revelou que é preciso ter cautela na tomada de decisões frente a pandemia, por envolver vulnerabilidade de todos os funcionários, bem como o cuidado redobrado. Ele revelou que, após uma discussão com o departamento de futebol, o Peixe terá uma posição efetiva nos próximos dias.

“Estamos discutindo internamente para ver os próximos passos a seguir. A volta aos treinos é um processo complexo, envolve uma organização sanitária, um estudo do departamento médico e, por fim, os custos que vão acarretar nos orçamentos do clube, como testes, materiais, entre outros. Então vamos aguardar para ver os novos fatos e tomar uma decisão”, explica Joca.

Além disso, para o diretor, voltar aos treinos não significa voltar a jogar. A posição do Clube Atlético Tubarão até então é “que nós só voltaríamos a treinar com uma data estabelecida pelo Governo e pela Federação para retorno das competições”, completa. Por fim, Joca demonstrou sensibilidade e preocupação com quem trabalha no Clube. “Precisamos ver se cada funcionário se sente a vontade de voltar”, finaliza.