Principal Blog Nilton Veronesi Vereadores, não reclamem quando a população falar que a câmara virou quintal da PMT
Vereadores, não reclamem quando a população falar que a câmara virou quintal da PMT

Vereadores, não reclamem quando a população falar que a câmara virou quintal da PMT

0
0

O Noticom já utilizou seu espaço para mostrar o quanto o profissional que está na linha de frente de combate à COVID-19 é desvalorizado. De copeira a um médico, que obviamente tem um poder aquisitivo maior, mas continua recebendo o mesmo que antes da pandemia, com uma qualidade de vida muito pior.

Muitos podem questionar, “mas eles recebem para isso, certo?”. Certo! Eu acho justo um técnico de enfermagem, auxiliar de higienização e qualquer outro funcionário de uma unidade hospitalar ganhar menos que a média salarial do comércio, por exemplo? Não acho. Por isso causa angústia quando dispositivos são criados, utilizando como pretexto a pandemia, para beneficiar um outro grupo de pessoas, que são próximas aos comandantes do processo.

A Prefeitura de Tubarão mandou em regime de urgência para a Câmara de Vereadores um projeto que cria uma comissão, que será composta por sete membros, com o objetivo de coordenar, monitorar, planejar e fiscalizar as ações e medidas a serem adotadas frente o combate ao coronavírus. O presidente deste grupo receberá, mensalmente, cerca de R$2.800 e os outros seis membros aproximadamente R$2.400. Todos estes serão indicados pelo prefeito.

Não sejamos hipócritas. Todos tem importância nessa crise sanitária que vivemos, agora, não dá pra admitir que um profissional que tem como função: dar informações via telefone, organizar almoxarifado, etc. seja mais valorizado que alguém que está atendendo diretamente a população nos postos de saúde, no HNSC ou até mesmo levando pacientes positivados, como é o caso de vários motoristas, a determinados lugares.

É importante frisar a explanação da vereadora Ritinha(PSD), que é da base governista e enfermeira. Conhece tudo dos postos de saúde e policlínica de Tubarão. A parlamentar disse que “um técnico de enfermagem ganha de R$1.500 a R$1.800, um enfermeiro recebe de R$2.100 a R$2.300. Os servidores da prefeitura que serão cedidos ao HNSC receberão gratificação de R$500”.

Outro detalhe, pra lá de importante. Já existem comissões, que custam aos nossos bolsos mais ou menos esses valores com a mesma finalidade.

Parabéns aos vereadores que votaram contra o projeto. Doutor Jean e Ritinha, do PSD; Felippe Tessmann, do PSC; Zé Luís Tancredo, do MDB e Thiago Zaboti, do PSL. Lamentável o posicionamento dos outros vereadores.

Não reclamem quando falarem que a Câmara de Vereadores de Tubarão virou quintal da prefeitura. Passou da hora dos “fiscalizadores do povo” darem luz a essas gratificações assombrosas, que são pagas desde sempre com o nosso dinheiro.