Principal Últimas Em Destaque Uma a cada três cidades de SC não teve mortes por Covid-19 em julho
Uma a cada três cidades de SC não teve mortes por Covid-19 em julho

Uma a cada três cidades de SC não teve mortes por Covid-19 em julho

0
0

Uma a cada três cidades catarinenses não teve mortes por Covid-19 em julho. Entre os dias 1º e 26 deste mês, 104 municípios não registraram vítimas da doença, de acordo com dados do Painel Coronavírus do NSC Total. Isto representa 35% do número total de cidades do Estado. 

Há cidades sem mortes em todas as regiões. A maioria se concentra na Grande Florianópolis, Serra e Oeste. Um dos destaques é Peritiba que, além de não ter registrado mortes em julho, é a segunda cidade com o maior número de vacinados com a segunda dose ou a vacina de dose única contra a Covid, com 37,97% da população, atrás apenas de Ipuaçu, também no Oeste. 

Na lista, também aparecem nove cidades que, além de não registrarem mortes em julho, também estão sem casos ativos, ou seja, pessoas que ainda podem transmitir o vírus. Veja:

-Belmonte (5 mortes desde o início da pandemia)

-Coronel Martins (3 mortes)

-Lajeado Grande (5 mortes)

-Bom Jesus (9 mortes)

-Arabutã (8 mortes)

-Alto Bela Vista (3 mortes)

-Vargem (3 mortes)

-Rancho Queimado (2 mortes)

-São Bonifácio (7 mortes)

Já entre as cidades que registraram mortes neste mês, a que lidera a lista é Joinville. A cidade do Norte do Estado teve 65 vítimas. Em seguida, vêm Itajaí, com 47, e Blumenau com 37. Florianópolis aparece em 15º, com 10 mortes registradas. 

Desde o início da pandemia, Santa Catarina já confirmou 17.822 mortes por Covid-19. Nesta segunda-feira (26), outras 28 foram confirmadas. 

Confira o mapa com as cidades sem mortes em julho: 

Fonte: NSCTotal

Além disso, essa é a quinta semana consecutiva em que houve queda no total de mortes registradas por semana em Santa Catarina. Na última semana foram 196, o menor número desde a primeira semana de fevereiro. 

Fonte: NSCTotal

Casos ativos continuam em queda 

Outro número que vem apresentando queda em Santa Catarina nos últimos dias é o de casos ativos da doença. Nesta segunda-feira, eram 13.109, 1.1139 a menos do que no domingo (25). O número é o menor desde 9 de novembro.

Ao todo, 281 cidades catarinenses têm, ao menos, um caso ativo. Joinville, no Norte, aparece em primeiro lugar com 1.421, seguido de Itajaí (1.086) e Blumenau (916). 

Vacinação pode ter contribuído para a queda, diz especialista 

Para o infectologista e professor da Univille, Tárcisio Crocomo, a vacinação pode ser um dos fatores que tenham contribuído para a queda no número de mortes nas cidades catarinenses.

— Apesar de acometer faixas etárias mais jovens nessas ultimas ondas, a faixa etária de maior risco para mortes foi a prioridade para ser vacinada. Os mais jovens ficam doentes, porém, com melhores chances de recuperação e, de qualquer forma, a vacinação tem avançado e aí resultando em menor mortalidade, e possibilitando a menor circulação do virus — pontua.

Até esta segunda-feira 1.330.136 pessoas haviam sido imunizadas com a segunda dose ou a vacina de dose única em Santa Catarina, o que representa 18,34% da população. Já outras 3.479.379 já tomaram, ao menos, a primeira dose.

Apesar dos números positivos, o especialista salienta que ainda é necessário continuar com os cuidados. 

— Lembrando que ainda estamos em pandemia, sendo necessário manter as medidas preventivas, como o uso de máscaras, distanciamento social e a higiene das mãos, e todas as doses das vacinas recomendadas devem ser tomadas para maior proteção. Ainda temos as questões das variantes dos vírus conhecidas e já com comprovado maior poder de transmissão — relembra Crocomo.

Com informações do NSCTotal