Principal Últimas Em Destaque Tubaronense reencontra vizinho que a salvou de incêndio há 12 anos
Tubaronense reencontra vizinho que a salvou de incêndio há 12 anos

Tubaronense reencontra vizinho que a salvou de incêndio há 12 anos

0
0

Um reencontro emocionante e um tanto inusitado marcou a vida da moradora de Tubarão Valéria Cristine Duarte da Rosa. Há 12 anos, ela teve sua casa atingida por um incêndio. Após desmaiar dentro da residência, ela foi resgatada por um vizinho.

Porém, depois de mais de uma década sem saber de quem se tratava, ela descobriu que seu atual instrutor de academia, Ricardo dos Santos, foi quem a salvou.

“Ele viu fotos nas redes sociais de meus filhos e me reconheceu. Então, o Ricardo mandou mensagem para meu marido, que também é seu aluno, perguntando se um morava perto do trilho do trem. Falamos que sim. Foi quando Ricardo contou que quem me tirou de dentro de casa desmaiada, no dia do incêndio, teria sido ele”, conta a técnica de enfermagem.

Valéria diz que, na hora que soube, ficou toda arrepiada e muito emocionada. “Jamais imaginava. Diante disso, resolvi fazer uma singela homenagem para o Ricardo. Preparei uma caneca e fui ao seu encontro para agradecê-lo por ter salvo a minha vida”, conta a moradora de Tubarão. O incêndio na casa de Valéria aconteceu em 2009.

O reencontro emocionante aconteceu há poucos dias. “Ele se emocionou bastante. Desde que passamos a frequentar a academia que ele é instrutor, jamais imaginávamos que teria sido ele o rapaz que entrou na casa e me salvou. Já tínhamos bastante afinidade. Mas nunca me passou pela cabeça que era ele que tinha me salvado e que, por causa dele, nasci de novo”, comenta Valéria.

Após o encontro, Ricardo revelou a Valéria que, no dia que ela entregou a caneca como forma de agradecimento, ele havia tido um dia aflito.

“Ricardo disse que esse reencontro lhe proporcionou uma emoção incrível e que jamais esqueceria aquela data. Eu fiquei muito feliz de tê-lo reencontrado”, fala a técnica de enfermagem, que foi resgatada de dentro de sua residência durante um incêndio.

Com informações do Diário do Sul