Principal SAÚDE Tubarão: “Não é por causa das eleições, mas porque a taxa de ocupação dos leitos subiu”, explicou Daisson Trevisol
Tubarão: “Não é por causa das eleições, mas porque a taxa de ocupação dos leitos subiu”, explicou Daisson Trevisol

Tubarão: “Não é por causa das eleições, mas porque a taxa de ocupação dos leitos subiu”, explicou Daisson Trevisol

0
0

A pandemia do novo coronavírus alcança novo pico em número de casos em Santa Catarina. O mapa de risco que monitora a Covid-19 no Estado aponta aumento expressivo de regiões em nível gravíssimo nesta semana. Segundo a atualização mais recente, nesta quarta-feira (25), o Estado passou de três para 13 regiões nesta categoria, considerada a mais alarmante na escala. A Amurel está entre elas.

Encerrou ainda pouco, na Arena Multiuso, a live que abordou a situação da covid-19, em Tubarão. Não haverá fechamentos. Lockdown. “Não precisamos que fechem as empresas. Nosso pedido, como setor econômico é que todos façanm sua parte, tanto as pessoas físicas, como as empresas. Alguns estabelcimentos não estão respeitando mais. Precisamos entender que é uma mudança no modo de vida”, reforçou Giavani Bernardo, secretário de Desenvolvimento Econômico em Tubarão.

No entanto, para os profissionais que se manifestaram durante a live, as pessoas não entenderam o novo modo de viver e pouco respeitam o distanciamento social. “Houve um aumento no número de casos que não estava refletindo antes no número de internações. Não é por causa das eleições. mas sim porque, agora, a taxa de ocupação dos leitos subiu”, explicou o diretor presidente da Fundação Municipal de Saúde, Daisson Trevisol.