Principal Últimas Em Destaque SC tem 31 cidades com todos adultos vacinados com 1ª dose
SC tem 31 cidades com todos adultos vacinados com 1ª dose

SC tem 31 cidades com todos adultos vacinados com 1ª dose

0
0

Ao menos 31 cidades já vacinaram 100% da população de 18 anos ou mais com a primeira dose contra a Covid-19 em Santa Catarina. Os dados fazem parte de um levantamento feito pelo Diário Catarinense com dados do Ministério da Saúde (MS) e do Governo do Estado (veja a lista completa das cidades abaixo).

A estimativa é que Santa Catarina tenha uma população vacinável de 5.573.220 pessoas, segundo o Ministério da Saúde. A pasta considera para esse critério moradores que tenham 18 anos ou mais. A reportagem entrou em contato com o ministério para saber como o cálculo é realizado, mas não teve retorno até esta publicação.

A média de população entre os municípios catarinenses que já atingiram a meta é de 3.889 habitantes. Santo Amaro da Imperatriz é a cidade com o maior número de habitantes: 23.579, sendo 18.633 vacináveis – desses 18.857 já se vacinaram (101,20%). Já Santiago do Sul é o menor, com uma população de 1.253, com 993 pessoas aptas a receber a vacina – desses, 1.077 já tomaram a primeira dose (108,46%). 

A maioria dessas cidades está localizada na região Oeste – 10 no total. Grande Florianópolis, Extremo Oeste e Serra têm cinco, cada. São quatro no Meio-Oeste, uma no Sul, e uma no Alto Vale do Itajaí. Não há cidades das regiões Norte, Vale do Itajaí e Planalto Norte no levantamento.

A cidade que tem o melhor índice de vacinação com a primeira dose, de acordo com o levantamento, é Piratuba, no Meio-Oeste catarinense. Segundo o Ministério da Saúde, ela tem uma população vacinável de 2.951 pessoas.

Até domingo (22), 3.708 primeiras doses tinham sido aplicadas, o que dá um total de 125,65% vacinados. Em relação à segunda dose, 55,57% das pessoas com mais de 18 anos já estão totalmente imunizadas na cidade – 1.640.

Mas não é só entre aqueles aptos a receber o imunizante em que a cidade se destaca. O avanço também fica evidente ao olhar os dados da população em geral. Isto porque Piratuba é o município com o maior percentual da população total vacinada em Santa Catarina. Até sexta-feira, 95,75% dos 3.745 habitantes tinham recebido a primeira dose contra Covid.

Entre os maiores municípios, Florianópolis é o que mais vacinou os adultos

Entre as três maiores cidades de Santa Catarina, Florianópolis é a que tem o melhor desempenho em relação à população vacinável, com 91,02% das pessoas com mais de 18 anos com a primeira dose e 47,09% com a segunda. Em seguida, vêm Joinville, com 72,49% na primeira e 29,83% na segunda, e Blumenau, com 71,94% na primeira e 33,94% na segunda.

No levantamento, um município apareceu com mais de 70% da população vacinável imunizada em Santa Catarina. Ipuaçu, no Oeste, tem 74,43% dos moradores com 18 anos ou mais com as duas doses ou a vacina de dose única. Se levar em conta a população total da cidade -7.579 habitantes – 49,90% já foi totalmente imunizada contra o vírus.

Cidade do Sul diz que atraso nos dados é por problemas de digitação

No levantamento, Sombrio, no Sul do Estado, foi a cidade que apresentou o pior índice de vacinação da população com 18 anos ou mais, seja na primeira dose ou na segunda. Segundo o Ministério da Saúde, 22.869 pessoas estão aptas a receber a vacina no município, mas apenas 37,07% ganharam a primeira dose, enquanto 12,34% recebeu a segunda.

O município diz que os números estão desatualizados por conta de um problema na digitação dos dados. Segundo a enfermeira responsável pelo setor de epidemiologia e imunização de Sombrio, Andréa Simon Martins, a equipe não consegue suprir a demanda e, por isso, os dados estão defasados.

— A mesma pessoa que faz a aplicação é quem sobe os dados no sistema. Como estamos aplicando uma grande quantidade de doses diariamente, nossa digitação atrasou — explica.

Na cidade, os dados da pessoa vacinada são contabilizados de forma manual para que, depois, sejam digitalizados. Andréa alega que o município já está se organizando para colocar as informações em dia, mas que isso deve levar até 30 dias. Atualmente, Sombrio está vacinando pessoas com 18 anos.

— Sei que os dados estão atrasados e contam muito para as estatísticas. Mas colocaremos em dia — alega. 

Especialista aponta que só a primeira dose não é suficiente

Apesar dos números positivos, o médico infectologista Ricardo Freitas reforça que só a primeira dose não é suficiente. Ou seja, a mesma adesão da primeira também precisa acontecer na hora da população tomar a segunda dose.

— Com a primeira dose, já temos um percentual de eficácia, mas não o suficiente para ter a sensação de segurança, isso ainda é muito cedo. Ou seja, temos que esperar ao menos até novembro para que, dai sim, com as duas doses, se pense em um cenário normal — salienta.

O infectologista diz, ainda, que a segunda dose também é fundamental para evitar o avanço da variante Delta. Segundo ele, o Estado pode registrar uma “explosão” de casos relacionados à mutação em até 45 dias.

— É fato que as vacinas reduziram o número de casos e diminuíram a mortalidade. O que vemos em outros países é que a taxa de mortalidade é muito maior naqueles que não se vacinaram. Estamos conseguindo sair [desse cenário de pandemia], apesar da variante delta — argumenta.

Vacinas podem ser remanejadas no Estado 

O Diário Catarinense questionou a Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive-SC) sobre qual é a orientação aos municípios que já atingiram as metas de vacinação para a primeira dose. Em nota, a pasta informou que as cidades devem seguir, agora, com a aplicação da seguda dose na população adulta.

Caso haja a sobra de vacinas, os municípios devem informar a regional de saúde para que seja feito o remanejamento das doses para outras cidades que ainda precisam avançar na vacinação.

Veja as cidades que já vacinaram mais de 100% da população com 18 anos ou mais:

  • Piratuba – 125,65%
  • Antônio Carlos – 113,72%
  • Caxambu Do Sul – 112,98%
  • Paraíso – 112,26%
  • Marema – 111,10%
  • Paial – 110,17% 
  • Anitápolis – 110,08%
  • Guaraciaba – 109,17%
  • São Cristóvão Do Sul – 109,13%
  • Santiago Do Sul – 108,46%
  • Bandeirante – 108,33%
  • Tigrinhos – 108,31%
  • Barra Bonita – 107,95%
  • Arvoredo – 107,92%
  • Frei Rogério – 104,74%
  • Rancho Queimado – 104,44%
  • Leoberto Leal – 104,02%
  • Santa Helena – 103,88%
  • Abdon Batista – 103,64%
  • Painel – 103,43%
  • Novo Horizonte – 103,22%
  • Brunópolis – 103,02%
  • Águas Frias – 102,63%
  • São Martinho – 102,27%
  • Santo Amaro Da Imperatriz – 101,20%
  • Erval Velho – 101,14%
  • Angelina – 100,83%
  • Tunápolis – 100,47%
  • Peritiba – 100,17%
  • Urupema – 100,05%
  • Jupiá – 100,00%

Com informações do NSCTotal / Diário Catarinense