Principal Últimas Em Destaque Rodovia Ageu Medeiros, que liga Tubarão-Capivari, receberá investimento de R$ 84 milhões
Rodovia Ageu Medeiros, que liga Tubarão-Capivari, receberá investimento de R$ 84 milhões

Rodovia Ageu Medeiros, que liga Tubarão-Capivari, receberá investimento de R$ 84 milhões

0
0

Cerca de R$ 84,5 milhões devem ser investidos na pavimentação da Rodovia Ageu Medeiros, em Santa Catarina, segundo anúncio do governador Carlos Moisés.

Durante todo o trecho de 24 quilômetros de extensão, que se divide em 11 km na cidade de Tubarão e 13 km no município de Laguna, serviços de drenagem e sinalização também devem ser realizados. Ainda está prevista a construção de uma ciclovia e uma ponte no local.

Esse novo acesso criará uma alternativa segura à BR-101, além de promover uma melhora na rota turística da região. O projeto visa dar continuidade a integração da região de Laguna, Farol, Capivari de Baixo e Tubarão.

Para a realização da obra foi firmada parceria entre o Estado e o CIM-Amurel (Consórcio Intermunicipal Multifinalitário dos Municípios da Associação dos Municípios da Região de Laguna). O pagamento será dividido em três parcelas.

“A Ageu Medeiros é uma prioridade e tem impacto regional. O projeto foi muito bem feito pela Amurel. Agora, esperamos que o Consórcio possa fazer o edital de licitação o mais breve possível”, enfatizou o prefeito de Tubarão, Joares Ponticelli.

“Todo o seu traçado terá beleza, além de estar margeando o Rio Tubarão, vai contemplar uma ciclovia, que é algo desejado pelos ciclistas. Não tenho dúvidas de que será um cartão postal, uma das mais importantes obras”, relata ainda o presidente da Amurel e prefeito de Pescaria Brava, Deyvisonn Souza.

Melhorias na Rodovia Ageu Medeiros impactam diretamente moradores locais

Para os moradores, o asfalto significa o fim da convivência com a poeira e o barro. Isso porque, em épocas de chuva, o trecho fica intransitável e quando o tempo seca a poeira toma conta do local.

Relatos assim são comuns, como conta Antônio Pedro Teodoro, que reside próximo da estrada há 68 anos.

“Necessitamos desse asfalto. Às vezes as pessoas que moram por aqui adoecem e fica muito complicado a locomoção. Tendo uma boa rodovia tudo facilita. Estamos esperando há muitos anos pela obra. Desta vez, estamos confiante, acreditando que a Ageu Medeiros vai sair do papel”, relatou.

Além da reestruturação da via, outros investimentos locais devem ser realizados.

Casan deve repassar arrecadação de tarifas para Laguna

A Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) anunciou o repasse de 5% da arrecadação das tarifas para o município de Laguna, que devem ser destinados para o Fundo Municipal de Saneamento.

Com isso, a prefeitura do municípios poderá investir em ações complementares de abastecimento de água e esgotamento sanitário, além de resíduos sólidos e drenagem urbana.

Foi ainda assinada em Laguna, a ordem de serviço no valor de R$ 1,1 milhão para ampliação da rede coletora de esgotamento sanitário na Rua Leoberto Leal com a extensão 1.560 metros e 195 ligações, que deve atender 600 habitantes.

Na saúde, também há novos recursos

Segundo emendas parlamentares, mais de R$ 131 milhões em investimentos serão realizados na infraestrutura, saúde e saneamento em Santa Catarina.

Para a área da saúde, foram anunciados investimentos que devem custear leitos de retaguarda nas clínicas de Covid-19 dentro dos hospitais de Santo Antônio de Armazém (R$ 525 mil); Caridade de Jaguaruna (R$ 420 mil); hospital de Rio Fortuna (R$ 210 mil); Santa Teresinha de Braço do Norte (R$ 336 mil).

Ainda, o pagamento ao custeio dos leitos de suporte ventilatório Covid-19, disponibilizados no hospital de Santa Teresinha (R$ 402 mil), também deve ser realizado. Outros R$ 300 mil serão aplicados na reforma do setor de emergência do Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna.

Já para a aquisição de equipamentos no Hospital São Camilo, de Imbituba, serão destinados R$ 449 mil.

Investimentos na infraestrutura catarinense foram anunciados

A recuperação da SC-443, está entre as obras beneficiadas com os investimentos. O trecho de acesso a Sangão deve receber serviços, como a reconstrução da rodovia.

Entre eles, será recuperado o pavimento e feito terraplenagem, drenagem, obras de arte corrente, sinalização, meio ambiente e outras obras complementares.

Nessa obra, que está prevista para durar apenas sete meses, o Estado deverá investir R$ 6,5 milhões, em um trecho de 2,3 quilômetros.

Ainda, o chefe do Executivo estadual assinou também uma ordem de serviço que dá início a elaboração de um projeto para a duplicação da rodovia de acesso ao Porto de Imbituba, no trecho de 4,7 quilômetros da BR-101. Serão investidos R$ 644.189,47. O prazo para execução do projeto é de 240 dias.

Com informações do site ND Mais