Principal SEGURANÇA Quadrilha tenta roubar banco, mas foge após troca de tiros com polícia
Quadrilha tenta roubar banco, mas foge após troca de tiros com polícia

Quadrilha tenta roubar banco, mas foge após troca de tiros com polícia

0
0

A madrugada desta terça-feira (24) foi de muito trabalho e apreensão para os policias militares da região da Amurel. A agência do Banco do Brasil de Jaguaruna foi alvo de uma quadrilha de assaltantes, por volta da 00h30, que arrombou um cofre e trocou tiros com a PM para conseguir fugir. A suspeita é que os criminosos são especializados, já que aparentemente o crime foi planejado minunciosamente.

A central de monitoramento do banco entrou em contato com a Polícia Militar (PM) para informar que a agência havia sido arrombada, o sistema de vigilância foi desativado e os ladrões ainda estavam no local. Com apoio do Pelotão do Patrulhamento Tático (PPT) de Braço do Norte, Laguna Tubarão e Içara, foi montado um cerco em volta da agência. O helicóptero do Serviço Aero-policial (Saer) realizou rondas nas proximidades e no Centro da cidade.

Ao perceber a aproximação das viaturas, os criminosos trocaram tiros com os agentes e, em seguida, fugiram pelos fundos, em uma região onde há mato. De acordo com o major Dante da Costa Chierighini, do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), na possibilidade de encurralar alguns assaltantes ainda dentro da agência, forma montadas duas frentes. Uma para busca na região da mata, nos fundos, e outra cercando o banco.

O Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi acionado, realizou uma varredura na parte de dentro e não havia mais ninguém, porém foi encontrado um revólver calibre 38, uma mala com ferramentas e uma mochila com dinheiro. O material foi apreendido e a Polícia Civil foi acionada.

O Instituto Geral de Perícias (IGP) irá buscar impressões digitais e outros indícios que possam ajudar da identificação dos envolvidos. “Agora entregamos a agência para os trabalhos periciais. A PM continua nas buscas por essa quadrilha. Acreditamos que eles estavam em mais ou menos cinco agentes, talvez um pouco mais. Contamos com a colaboração local de moradores que, se verificarem alguma atividade suspeita, repassem à Polícia Militar para auxiliar na busca e apreensão desses criminosos”, reforça Chierighini. Ainda segundo o major, pelo o que foi observado no interior do banco, o roubo foi frustrado pela PM e a quadrilha fugiu sem levar quase nada.

Foto: Divulgação