Principal GERAL Prefeitura busca reformar Mercado do Produtor e ginásio Salgadão
Prefeitura busca reformar Mercado do Produtor e ginásio Salgadão

Prefeitura busca reformar Mercado do Produtor e ginásio Salgadão

0
0

Após a quitação de R$ 23 milhões em precatórios na última semana, a prefeitura de Tubarão finalmente conseguiu se livrar das dívidas em relação ao Mercado do Produtor, no bairro Oficinas. O objetivo agora é avançar na busca por recursos para reformar o espaço.

Dos R$ 23 milhões em precatórios, mais da metade foram com recursos do IPTU e do ISS. Agora, a capacidade de investimento próprio por parte da prefeitura está reduzida. “O desafio é sempre gigante. A gente vence uma etapa e já tem que pensar na seguinte. Nós já cadastramos um projeto junto ao governo do Estado e outro no Federal, no Ministério das Cidades, tentando conseguir recursos para isso. Não só para recuperação do Produtor, mas também para o Mercado Público, que precisa de uma reforma e revitalização completa”, ressalta o prefeito Joares Ponticelli.

Ainda não há expectativa de quando o trabalho deve ser feito, mas o planejamento está em curso. Atualmente o foco é na reforma do ginásio Salgadão, que será feito com recursos próprios. “Depois, vamos ter a retomada das obras da UPA, já no segundo semestre. Na sequência, essas (mercados) também vão entrar na fila porque antes ainda temos a recuperação das escolas Visconde de Mauá e Angélica Cabral”, esclarece Joares.

No final de fevereiro, a prefeitura havia dito que lançaria o edital de licitação para o ginásio, o que não ocorreu. Segundo Ponticelli, o projeto do Salgadão foi preciso ser refeito, pois o local foi alvo de vândalos. “Bandidos quebraram pelos fundos uma área longe da visibilidade e fizeram uma entrada. Tão bandido quanto quem rouba, é quem compra esse material. Temos que descobrir também quem é o bandido do receptador porque é ele que está alimentando o crime. Infelizmente temos sofrido com as ações desses vândalos com frequência”, lamenta. A fiação elétrica das pontes, da Casa da Cidadania e outros prédios públicos já foram roubadas diversas vezes.

Foto: Noticom