Principal Últimas PF cumpre mandados do STF contra responsáveis por incitar ataques à democracia em SC
PF cumpre mandados do STF contra responsáveis por incitar ataques à democracia em SC

PF cumpre mandados do STF contra responsáveis por incitar ataques à democracia em SC

0
0

A sexta-feira (20) começou movimentada em Santa Catarina: desde as primeiras horas da manhã, a Polícia Federal está cumprindo mandados de busca e apreensão expedidos pelo Supremo Tribunal Federal no Estado.

Os mandados estão relacionados à investigação sobre eventuais crimes de incitamento da população a atos violentos e que ameaçam a democracia, as instituições e os integrantes dos poderes por meio das redes sociais.

Todos os mandados foram expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes e, além de Santa Catarina – Estado com maior número de mandados – também há ações no Distrito Federal (1), Mato Grosso (1), São Paulo (2), Rio de Janeiro (1), Ceará (1) e Paraná (1).

Conforme o Estadão, agentes da Polícia Federal estiveram em endereços ligados ao cantor Sérgio Reis e ao deputado federal Otoni de Paula. Além disso, um empresário do agronegócio, que estaria financiando o movimento, também é alvo das buscas.

Mandados cumpridos em Joinville e São Francisco do Sul

Em Joinville, um dos mandados foi cumprido na casa de Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como “Zé Trovão”, que foi intimado a comparecer na sede da Polícia Federal na cidade, segundo vídeo divulgado por ele na internet.

Nas redes sociais, ele vinha apoiando uma paralisação nacional para o dia 7 de setembro, que inclui a reivindicação pela exoneração dos ministros do STF entre outras demandas. Ainda na cidade, outro mandado foi cumprido na residência de Turíbio Torres, que também vem defendendo os atos programados para o feriado.

Já em São Francisco do Sul, um mandado foi cumprido na casa de Juliano Martins, que também se posicionou nas redes sociais pelos protestos e divulgou um vídeo falando sobre a ação do STF.

O ND+ tentou contato com Zé Trovão, Turíbio e Juliano, mas eles não retornaram até as 10h desta sexta.

Com informações do Estadão Conteúdo. / NDMais