Principal Blog Nilton Veronesi Pais de alunos do Colégio São José promovem abaixo-assinado para redução de mensalidade
Pais de alunos do Colégio São José promovem abaixo-assinado para redução de mensalidade

Pais de alunos do Colégio São José promovem abaixo-assinado para redução de mensalidade

0
0

A suspensão das aulas por causa da pandemia do novo coronavírus deixa muitas famílias com dúvidas sobre o aprendizado das crianças e dos adolescentes. Em Tubarão, pais dos alunos do Ensino Infantil do Colégio São José estão promovendo um abaixo-assinado online, que solicita o reajuste das mensalidades. Caso não seja possível, pedem a reprogramação do calendário escolar.

Segundo a mãe de uma estudante, o objetivo é estimular uma troca de diálogo entre a instituição e os familiares, para que ninguém saia prejudicado frente às circunstâncias ocasionadas pela Covid-19. Abaixo você confere na íntegra o que consta no documento.

“Nós, abaixo-assinados, pais dos alunos do ensino infantil do
colégio São José, vimos requerer de V.S.ª que os valores das mensalidades sejam reajustados afim de ficarem condizentes ao serviço prestado pela escola durante a pandemia do covid-19, já que as aulas presenciais estão suspensas. Ressaltamos que se ainda não for possível reajuste de valores com descontos nas mensalidades, solicitamos uma reprogramação do calendário escolar visando a reposição da carga horária escolar mínima de 800h anuais contratadas em 2020. Ademais, essa solicitação é baseada no entendimento do Procon do Estado de Santa Catarina, onde diz que os fornecedores do serviço escolar contratado devem adotar medidas para minimizar os prejuízos dos consumidores e ofertar alternativas para cumprimento do
contrato. Pelos seguintes motivos: as atividades instrutivas disponibilizadas na plataforma online do colégio para os pais ensinarem os filhos em casa não são equivalentes as aulas presenciais contratadas. Outrossim, os pais não têm condições para executar atividades de ensino escolar pois não são pedagogos e não dispõe de
tempo para as mesmas, já que continuam trabalhando em casa durante a pandemia
ou porque fazem parte do grupo de serviços essenciais. Em razão disso,
solicitamos da Sra. o máximo empenho para solucionar esta situação.