Principal Blog Nilton Veronesi Os R$33 milhões e o lockdown
Os R$33 milhões e o lockdown

Os R$33 milhões e o lockdown

0
0

Na política brasileira vemos de tudo. Quem imaginaria que PP e MDB estariam juntos no Governo do Estado de Santa Catarina? Em Floripa, as famílias Berger e Amin se uniram para tentar tirar a prefeitura de Loureiro. Senador preso com dinheiro de corrupção no bumbum, continua senador. Deputada que planejou a morte do marido, continua deputada, enfim, citei só os exemplos atuais, para não encher o saco do leitor.

O corpo técnico do Comitê Regional de Saúde entende que 15 dias de lockdown na região sul, surtiria efeito. Prefeitos não querem se indispor com o setor produtivo. Basta perguntar pra qualquer médico amigo.

A sessão de julgamento do Tribunal Especial de Julgamento do segundo pedido de impeachment do governador Carlos Moisés da Silva, relacionado com a fraude dos respiradores , vai acontecer no dia 26 de março, a partir das 9h.

“Pra bom entendedor um risco se diz Francisco”, mas vamos desenhar. Governador precisa de apoio político das bases, para não ser afastado. Prefeitos possuem ligação estreitas com deputados estaduais. Dá para duvidar que o Governador Moisés chame a responsabilidade, para não ser “impeachmado”? É apenas uma leitura, mas eu não duvido.

No meio disso tudo, nós, meros mortais, enfrentando o vírus do corona e o vírus da velha, tradicional e asquerosa política brasileira. Por isso, desde o início da pandemia falei “as ações sempre foram políticas, nunca técnicas.”