Principal Últimas Em Destaque Operação Hefesto: polícia pede vistoria em restaurantes por carne imprópria para consumo
Operação Hefesto: polícia pede vistoria em restaurantes por carne imprópria para consumo

Operação Hefesto: polícia pede vistoria em restaurantes por carne imprópria para consumo

0
0

A Polícia Civil de Morro da Fumaça solicitou que a Vigilância Sanitária de Santa Catarina inspecione quatro estabelecimentos suspeitos de comercializar carne imprópria para o consumo, no Sul de Santa Catarina. O documento oficial foi compartilhado na internet neste domingo (17).

Segundo o delegado Márcio Campos Neves, que assina o documento, o material divulgado é verídico. “Esse ofício consta nos autos do processo, que se tornou público há uma semana. É apenas um pedido de inspeção”, afirmou.

No documento, dois restaurantes localizados em Içara, um supermercado em Laguna e uma lanchonete em Criciúma – todos no Sul de Santa Catarina, são apontados como suspeitos de comercializar os produtos impróprios para consumo.

Origem dos alimentos

Desde setembro deste ano, a Polícia Civil conduz a Operação Hefesto, que já levou 12 pessoas à prisão, apreendeu 520 quilos de carne bovina e equina, além de drogas, armas, munições, cheques e dinheiro na região Sul de Santa Catarina, especialmente em Morro da Fumaça.

A operação é resultado de duas investigações iniciadas em maio de 2021, que apuram crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, receptação, furto de gado, venda de carne de equinos/mula moídos para consumo humano, posse e venda de armas, venda de produto veterinário falsificado e organização criminosa.

Com informações do site ND Mais