Principal Últimas Em Destaque Mais de 60 cidades de SC não tem casos ativos de Covid-19; veja lista
Mais de 60 cidades de SC não tem casos ativos de Covid-19; veja lista

Mais de 60 cidades de SC não tem casos ativos de Covid-19; veja lista

0
0

Mais de 60 cidades de Santa Catarina não possuem casos ativos de Covid-19. É o que mostram os dados do Painel Coronavírus do NSC Total desta segunda-feira (29): dos 295 municípios catarinenses, 67 não têm pacientes em tratamento da doença – o que representa 22,54% do total.

Atualmente, o Estado tem 4.082 pacientes que ainda estão em tratamento para a Covid-19. Este é o menor número desde junho do ano passado, quando, no dia 24, Santa Catarina registrou 4.265 pacientes em tratamento.

Entre as cidades sem casos ativos, a maiora está localizada no Oeste catarinense. Ao todo, 34 cidades da região estão sem pacientes em tratamento da Covid-19. Em seguida, vêm o Vale do Itajaí (14), Serra catarinense (9), Grande Florianópolis (5), Sul (3) e Norte (2). (veja a lista completa de municípios abaixo)

Casos ativos nos últimos sete dias em SC:

Divulgação

Em contrapartida, Florianópolis é a cidade com o maior número de pessoas ainda em tratamento contra a Covid-19: 512. O número representa 12% do total de pacientes de todo o Estado. Depois da Capital, vêm Joinville, com 381, e São José, com 229 casos ativos.

Veja a lista dos 67 municípios sem casos ativos para Covid-19:

  • Abdon Batista
  • Água Doce
  • Águas Frias
  • Alto Bela Vista
  • Anitápolis
  • Arabutã
  • Arroio Trinta
  • Bandeirante
  • Barra Bonita
  • Bela Vista do Toldo
  • Belmonte
  • Benedito Novo
  • Bom Jardim da Serra
  • Bom Jesus do Oeste
  • Braço do Trombudo
  • Brunópolis
  • Calmon
  • Caxambu do Sul
  • Celso Ramos
  • Chapadão do Lageado
  • Cordilheira Alta
  • Coronel Martins 
  • Descanso
  • Dona Emma
  • Doutor Pedrinho
  • Formosa do Sul
  • Frei Rogério 
  • Imaruí
  • Imbuia
  • Iomerê
  • Irati
  • Jardinópolis
  • Jupiá
  • Lacerdópolis
  • Leoberto Leal
  • Lindóia do Sul
  • Macieira
  • Major Gercino
  • Massaranduba
  • Matos Costa
  • Mirim Doce
  • Nova Itaberaba
  • Novo Horizonte
  • Painel
  • Palma Sola
  • Paraíso
  • Pedras Grandes
  • Peritiba
  • Presidente Castello Branco
  • Presidente Nereu
  • Princesa
  • Rancho Queimado
  • Rio do Campo
  • Rio do Oeste
  • Rodeio
  • Romelândia
  • Salete
  • Santa Helena
  • Santiago do Sul
  • São Bonifácio
  • São Cristóvão do Sul
  • São João do Itaperiú
  • Treviso
  • União do Oeste
  • Urubici
  • Vargem
  • Witmarsum

Vacinação traz otimismo para a pandemia

No último sábado (27), o Governo do Estado divulgou uma nova atualização do Mapa de Risco, que aponta que 12 das 17 regiões do Estado estão com o risco potencial moderado para Covid-19. Este é o melhor índice da matriz que mede a situação da pandemia no Estado. As demais estão no nível alto.

Porém, a identificação de uma nova variante do vírus, chamada de Ômicron, que surgiu na África do Sul, tem trazido dúvidas de como será o combate da pandemia nos próximos meses.

Para o infectologista Amaury Mielle, no entanto, o avanço da vacinação e a perspectiva de em breve estarem disponíveis remédios comprovadamente eficazes contra a Covid-19, desenvolvidos pelas farmacêuticas Merck e Pfizer, traz otimismo para o combate à pandemia.

— O panorama daqui pra frente eu acredito que seja um processo de estabilização. Temos que ver como essa Ômicron vai se comportar. Ainda é muito cedo pra dizer. Eu não vejo um cenário grave de mais internações e mortes, mas certamente pode ocorrer aumento de casos. A gente tem também pro ano que vem a possibilidade de drogas antivirais, o que eu acredito que seja um fator que mude a forma de lidarmos com a pandemia — destaca.

Nesta segunda-feira (29), o Estado também confirmou mais sete mortes por Covid. Agora, desde o início da pandemia, são 19.983 óbitos causados pela doença. Em relação ao número de casos, foram mais 99, chegando ao total de 1.232.208 confirmados.

Com informações do NSCTotal