Principal Últimas Investimento de R$ 6 milhões para educação é anunciado em Tubarão
Investimento de R$ 6 milhões para educação é anunciado em Tubarão

Investimento de R$ 6 milhões para educação é anunciado em Tubarão

0
0

Será lançado nesta quarta (3), em Tubarão, um novo pacote de obras para a educação no valor de R$ 6 milhões. O valor é oriundo na sua maior parte de recursos próprios – com base em economias realizadas pela Fundação Municipal de Educação -, uma parcela de emendas e ainda uma parceria com o governo do Estado. As informações são do jornal Diário do Sul.

Entre as obras, o diretor-presidente da Fundação Municipal de Educação, Maurício da Silva, destaca a construção de um novo prédio para a escola Maria Emília Rocha, no bairro Recife. Ela será construída em frente ao antigo prédio, que tem 42 anos e não comporta mais reformas. “Vamos fazer um prédio totalmente novo do outro lado da rua. O processo foi bastante longo, que teve início com a aquisição do terreno, depois a habilitação do mesmo, o projeto e agora, finalmente, o lançamento”, pontua.

Também será trocada toda a cobertura do Caic, que tem 27 anos. “Quando chegamos, o muro que faz divisa com o centro comunitário estava caindo, a rede elétrica estava precária e o esgoto em péssimas condições. Conseguimos já realizar todas estas melhorias, trocamos toda a fiação, resolvemos todo o sistema de esgoto e ainda colocamos 32 câmeras de segurança. Mas ainda chove dentro do Caic e, então, vamos agora trocar toda a cobertura e tirar todas as placas laterais”, conta Maurício.

“Um outro investimento bastante grande será no Centro de Educação Infantil Pirlimpimpim, no São João margem esquerda, onde será trocada toda a cobertura e todo o forro”, complementa. Também serão construídas duas quadras cobertas, uma na escola João Hilário de Melo, no Sertão dos Corrêas, e outra na escola Bom Pastor, no bairro do mesmo nome.

“Esta é uma série de medidas que vão ser tomadas com o objetivo de melhorar os ambientes de aula. As obras são os meios, a finalidade é a melhoria do processo ensino-aprendizagem”, conclui Maurício.

Com informações do Sul Agora