Principal SAÚDE Índices da pandemia melhoram em Tubarão
Índices da pandemia melhoram em Tubarão

Índices da pandemia melhoram em Tubarão

0
0

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Saúde Daisson Trevisol, divulgou, nesta segunda-feira (26), dados referentes à pandemia de Covid-19 em Tubarão. Os gráficos mostram uma queda na média semanal de casos, com 27 novos casos diários nos últimos setes dias e a tendência é que essa queda continue para a próxima semana. De acordo com os dados, a última semana apresenta os índices mais baixos de novos casos deste ano até o momento, atingindo o mesmo patamar que os meses de setembro e outubro de 2020 e janeiro e fevereiro de 2021.

Apesar da queda de novos casos registrados, a preocupação é com a taxa de ocupação nos leitos de UTI nos hospitais, que ainda é alta. Em relação aos óbitos, os gráficos destacam que a última onda apresenta maior média semanal de mortes, chegando a 25 em uma semana. Nas ondas anteriores, a máxima de óbitos semanais foi de 14, o que indica que uma elevação de óbitos por várias semanas nessa última onda. Segundo as informações fornecidas, essa alta pode ser atribuída a variante P1 e ao maior número de pacientes graves que necessitam de assistência hospitalar especializada.

A média de idade dos óbitos também mudou em relação ao ano passado, com uma redução de três anos. Em 2020 a média se mantinha entre 69, 59 anos de idade, nesse ano passou para 66, 51 anos, números que reforçam o maior acometimento da doença entre os mais jovens na última onda.

Também foi divulgado uma relação com os dados da vacinação, destacando que até o momento 16,7% da população total de Tubarão recebeu a primeira dose da vacina e 10,4% recebeu a segunda dose, completando a imunização. Por enquanto as faixas etárias contempladas estão entre os idosos de 60 a 64 anos, na próxima etapa da vacinação, que acontecerá no dia 28 de abril, serão vacinados os trabalhadores de saúde acima de 18 anos de idade, que estão trabalhando ativamente, e os idosos de 63 anos de idade.

Os gráficos mostram os dados coletados entre 12 de julho de 2020 e 18 de abril de 2021.