Principal Últimas Em Destaque Hotel estatal? Sim, Santa Catarina tem
Hotel estatal? Sim, Santa Catarina tem

Hotel estatal? Sim, Santa Catarina tem

0
0

Sou da opinião que o poder público deveria cuidar apenas do básico: educação, saúde e segurança. Abraçando somente essas três áreas já teria muito a fazer. Gerir energia, bancos e estruturas logísticas, até engolimos. Hotel já é demais, né!?

É o que acontece em Santa Catarina e pagamos muito por isso.

O Hotel Caldas da Imperatriz tem uma rica história. Abrigou o imperador Dom Pedro II e sua esposa, Tereza Cristina (sim, a da ferrovia), que ficou extasiada com as belezas do local e teve o reconhecimento na história, com sua honraria nomeando o hotel e a cidade onde fica localizado, Santo Amaro da Imperatriz.

Desde a década de 70, o hotel é administrado pelo poder público. Em 2017, a gestão do “negócio” passou a ser feita pela Companhia Hidrocaldas, que tem como único acionista o Governo do Estado de Santa Catarina, mesmo sendo uma sociedade de economia mista. O hotel é deficitário e o próprio Tribunal de Contas do Estado já apontou diversas irregularidades. “Essa companhia estatal sofreu uma auditoria do TCE em 2018 e teve algumas irregularidades reveladas, entre elas: perdas de arrecadação por não atualizar o valor cobrado a pelo fornecimento de água termo-mineral a outros hotéis, bem como a não cobrança de royalties a título de proprietário das áreas que outros hotéis lavraram água termo-mineral. Isso sem mencionar os custos extras que mostro pra você nesse carrossel. Minha sugestão? Privatiza. O Governo do Estado deve ter prioridades – e administrar um hotel não pode estar entre ela”, analisa o deputado estadual Bruno Souza (NOVO), responsável por levantar essas informações.

Para se ter uma ideia, o Governo de Santa Catarina, desde 2020, já repassou cerca de R$5 milhões a Hidrocaldas. O presidente da companhia solicitou, pelo menos, duas vezes neste ano aporte financeiro para reforma de telhados e de lavadouras, algo em torno de R$200 mil. Adivinha quem paga o salário dos profissionais que trabalha no hotel? Quem respondeu “os catarinenses”, acertou. O governo estadual já empenhou o pagamento dos 50 servidores que atuam no espaço.