Principal Últimas Em Destaque Família se despede de jovem morto afogado em SC: “Triste e difícil de aceitar”
Família se despede de jovem morto afogado em SC: “Triste e difícil de aceitar”

Família se despede de jovem morto afogado em SC: “Triste e difícil de aceitar”

0
0

A manhã desta segunda-feira (29) é marcada pela dor da despedida do jovem Renan Valin de Freitas, 20 anos. Ele morreu no domingo (28) à tarde ao se afogar em uma cachoeira na cidade de Rio do Campo, no Alto Vale do Itajaí. O velório ocorre na Igreja Nossa Senhora do Bom Parto, no bairro Palmital, em Taió, onde morava. O sepultamento será às 17h, no cemitério local.

Renan estava com um grupo de amigos se refrescando numa cachoeira na localidade de Ribeirão Carneiro e se afogou. Quando os bombeiros chegaram para atender a ocorrência, o jovem já estava há cerca de uma hora submerso, informou a corporação. Ainda foi preciso chamar um mergulhador para fazer as buscas, que duraram cerca de uma hora e meia até a vítima ser encontrada e retirada da água.

Segundo os bombeiros, o local não costuma ter correnteza, porém é bastante profundo em alguns pontos.

“A tragédia e a dor se abateram sobre nossa família, pois meu querido sobrinho partiu deste mundo. Triste, incompreensível e difícil de aceitar é esta despedida. O que nos resta é orar, orar muito e dar forças ao seu pai, sua mãe e a mana que estão destruídos”, escreveu Rosimali Valin Floriano, tia do rapaz.

Alerta

Segundo a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa), 75% dos afogamentos no Brasil acontecem em água doce (rios, lagos e represas), superando os números de casos registrados em praias. O Corpo de Bombeiros Militar afirma que em Santa Catarina o cenário não é diferente.

O Estado é repleto de ambiente como estes, o que torna praticamente impossível o monitoramento de guarda-vidas em todos eles. Por isso, os socorristas elencam cuidados a serem tomados pelos banhistas.

Dicas para evitar acidentes

  • Não superestime sua capacidade de nadar. Avalie as consequências de um possível incidente;
  • Prefira banhar-se em locais rasos e sem correnteza;
  • Evite banhar-se sozinho – vá com amigos e familiares e/ou procure um local de banho conhecido, com outras pessoas e, se possível, com guarda-vida;
  • Sempre avise o local que está indo para um parente e a hora programada para retorno;
  • Adultos também podem usar coletes salva-vidas;
  • Não nade após refeições;
  • Antes de mergulhar, certifique-se da profundidade. Um acidente pode provocar sequelas irreversíveis;
  • Sempre acate as orientações dos guarda-vidas e atente-se às sinalizações.

Com informações do NSCTotal