Principal EDUCAÇÃO Estudantes recebem kits gratuitos de materiais escolares em Tubarão
Estudantes recebem kits gratuitos de materiais escolares em Tubarão

Estudantes recebem kits gratuitos de materiais escolares em Tubarão

0
0

Há tempo sem encontrar os rostinhos alegres da criançada, o Centro de Educação Infantil (CEI) Irene Botega Collaço, em Tubarão, recebeu dezenas de estudantes e pais no último sábado (8) para um arraiá diferente. A quadrilha deu espaço para uma fila de carros que se formou em frente a instituição para participar do drive thru educacional e receber kit de materiais para cada faixa etária de alunos.

“Sabemos que muitas famílias não dispõem de tempo ou de condições para garantir o mínimo de utensílios ou ainda matérias escolares. Mesmo os professores tendo o cuidado de pensar em atividades que possam ser usadas com aquilo que se tem casa, há dificuldades”, explica a motivação da iniciativa a diretora Pamella Teixeira.

Agora, para este semestre cada aluno poderá concluir as atividades práticas, enviadas pelos docentes de forma remota. Isso facilita o desenvolvimento da educação e promove uma garantia de aprendizado, mesmo nesta fase de pandemia.

Rever os pequenos, mesmo que de longe, também abasteceu os corações dos professores, que tanto se doam em prol da formação das crianças. “Foi muito bom”, conta a professora Sueine da Silva Gonçalves.

As novidades não pararam por aí. Além dos materiais didáticos, cada família ganhou quitutes e doces da época, para adoçar e alegrar a vida de cada um. “Obrigada pela canjiquinha e pelo carinho”, agradeceu uma das mamães da garotada.

E que carinho. Corações, espantalhos, laços e muitas cores enfeitaram cada sacola, produzidas com TNT e E.V.A. O “pitstop”, em frente ao CEI, estava cheio de enfeites, para lembrar que, apesar de toda distância, o amor pela profissão e por educar permanecem forte.

É importante reforçar que tudo foi feito com responsabilidade, seguindo os protocolos de higiene exigidos é muito pertinentes ao momento. Tanto os professores, bem como as famílias foram divididas por horários de atendimento específicos, assim, evitando aglomerações. Todos usaram máscara e álcool em gel.