Principal Blog Nilton Veronesi Empresa tubaronense irá operacionalizar a Área Azul
Empresa tubaronense irá operacionalizar a Área Azul

Empresa tubaronense irá operacionalizar a Área Azul

0
0

A presidente da Apae de Tubarão, Leila Saleh Goulart, esclareceu dúvidas e informou detalhes importantes sobre o retorno do Estacionamento Rotativo, em Tubarão. Ele deve voltar a partir de julho, em caráter experimental e só funcionará na área central da Margem Direita, em Oficinas ainda não. Confira o bate-papo entre o editor Nilton Veronesi e Leila. Fique por dentro!

Vai sair o estacionamento rotativo? 

Eu falei para o Prefeito Joares que se tem uma coisa que nós somos é teimosos. Entao se nao der certo na segunda tentativa não tem problema. A gente vai para terceira, a gente vai para quarta, o importante é não desistir, porque historicamente o estacionamento rotativo no Brasil é muito complexo, muito difícil. Se pode ir nas cidades que tem estacionamento você vai ver. Florianópolis tava cancelado, Criciúma, o Ministério Público mandou tirar os monitores agora em pandemia da rua. Então ele é um sistema complexo. Agora nós estamos muito felizes com tudo que vai acontecer, com o momento. A comissão entrevistou várias empresas. Empresa de Rio do Sul, a empresa de Camboriú, a empresa de Chapecó, nós entrevistamos várias empresas. Aí o Jackson da Minha Entrada nos procurou também mostrando o material que ele tinha para nos oferecer.  Com todas as análises, a Minha Entrada foi a empresa que melhor se apresentou.  Tanto em termos de tecnologia, quanto em termos de opções.

O sistema de venda vai ser diferente? Como vai funcionar ?

Já tá totalmente construído. A gente dependia ai de algumas aprovações, todas as aprovações eram pra facilitar a vida de todos e não dificultar. A Minha Entrada tem uma facilidade de solucionar todo problema que tu leva pra eles. Tanto é que durante as entrevistas as nossas dificuldades nós diziamos “precisamos que o município tem autonomia”. Então ele foi nos apresentando cada vez mais soluções.  Aplicativo hoje nao volta atras, nao tem como tirar ele. O aplicativo se mantém, só que é um aplicativo com uma operação mais limpa e eficiente. Tanta a tecnologia, quanto as empresas que ele trabalha, as operadoras de internet e de celular ele trabalha com todas. Que era um problema que a gente tinha antes de ficar sem sistema. 

Quais foram as nossa premissas? 

Que o município tivesse acesso a vaga, e tivesse facilidade para botar o seu ticket. A palavra era essa facilidade e segurança, independência. Que não dependesse do monitor. Até porque em tempos de pandemia ele não pode ficar na rua.  Não pode ficar nesse contato tão próximo com as pessoas e ainda manuseando dinheiro que é uma das coisas mais sujas. O aplicativo ok, o que vai melhorar é o sistema do aplicativo. O comércio é todo apoio, as pessoas sentiram o quão necessário é o estacionamento rotativo. Os clientes do comércio estão pedindo. Vai ser melhor do que pontos estratégicos, nós vamos colocar totens distribuído de uma forma de que você não precise andar mais de que 50 metros. O totem é quase de um formato de um poste, bem alto, dois metros de altura vamos pedir a autorização para a prefeitura. uma arquiteta está fazendo todo esse trabalho para Minha Entrada, tanto de designer como mapeamento. Vai existir a possibilidade de comprar antecipado um cartão pré pago recarregável. O cartão vai ser lido pelo totem. Já tá cadastrado tua placa nesse cartão quando comprar, tu só vai dizer sequer meia hora, uma hora ou duas horas. Eles estão fazendo todo um planejamento de uma campanha de marketing.  Além dos monitores, ele vai contratar free para o início. Com uma identificação visual, porque nossa preocupação (que também foi um erro na primeira vez) agora é que a operação vai começar a funcionar quando todo mundo já tiver careca. 

Essas máquinas vão ser distribuídas nos estabelecimentos comerciais para quem quiser recarregar?

Sim, tu pode recarregar no totem, pode recarregar no comércio, e tu pode recarregar no nosso escritório, porque a Apae vai ter um escritório junto com a Minha Entrada ali no Centro. Para aquela pessoa que é altamente tecnológica nas placas do estacionamento vai ter um QRcode só aproxima o celular. Nós estamos indo para todos os lado realmente para facilitar para todos. O monitor ele vai ficar orientando e fiscalizando. E a fiscalização  a gente queria que as pessoas tivessem um pouco mais de tempo para regularizar. Agora vai ter facilidade para comprar. Não tem desculpa para não colocar o crédito. Agora tem duas horas para regularizar a notificação e você pode regularizar no totem, no comércio.  Antes para regularizar tinha que ser com o monitor ou no escritório 

A questão da regularização, vocês já têm valores e regras? 

Se você não regularizasse em uma hora não pagava 2,50 pagava 10,00. Você deixou 2 horas vai pagar o valor de 2 horas. E se passar das duas vai pagar 10,00. Porque se tu nao colocar uma notificação que, depois das duas horas estacionado, você paga 10,00 as pessoas vão acabar deixando aí não se torna rotativo, porque infelizmente as pessoas nao respeitam. “Ai sai meio dia do meu trabalho’’ Não precisa mais se preocupar de ir atrás do monitor, porque se paga no toten, se paga nas lojas e em último caso no escritório Por isso que eu digo nós fomos buscar soluções que melhorassem para todos. 

Já tem data para começar esse processo todo?

A data exata não, mas a partir de julho a gente que começar a fazer a orientação.

Já tem a questão dos horários? 

Horário tudo igual. Horário comercial. Sábado de manhã. Independente de dia D até meio dia.

Vamos dar aquelas velhas alfinetadas. Porque também é uma crítica que eu faço que poderia ser feito A gente sabe a facilidade que a Minha Entrada coloca para as necessidades do cliente. Por que não diante dessa facilidade fazer ou a questão da proporcionalidade ou a questão da carência de 15 minutos ?

Então o que acontece com a carência? No insta da Apae nós colocamos um comunicado porque que os 15 min de tolerância ele não é viável para operação. Todo mundo que a gente consultou, todas as empresas, esse 15 minutos não é viável porque nao tem como controlar os 15 minutos. 

O Leila mas de repente como vai ser tecnológico, como vai ter um cartão, a pessoa passar no totem a hora que chegou?

Quem é que vai garantir que a pessoa passou. Não consigo controlar esse tempo. Como a empresa anterior, ela não tinha o totem, não tinha nada disso. Então não tinha como ser parcial. Inclusive por isso que foi colocado meia hora. 

Qual o máximo que pode ficar?

2 horas. todo estacionamento rotativo é assim. Aí é vantagem do aplicativo. Essa meia hora ela veio favorecer isso, para não mudar tudo isso, tinha que mudar todo um sistema, toda uma operação.

Eu acho que o estacionamento rotativo a gente tem que ter essa consciência. 

Que primeiro: ele é o tal do mal necessário. O município ele não pode ser prejudicado por uma operação falha. A gente foi corrigindo tudo isso, e lembrando assim, é benefício para o município em primeiro lugar, e é benefício para o município, porque hoje você não consegue ir no centro. O município de Tubarão ele ta sem a liberdade dele de pode ir ao centro e uma compra no comércio. Foi tirada essa liberdade porque ele não tem onde colocar o carro. E o que que acontece? A prefeitura transformou a apae em permissionária porque a despesa da apae é muito alta. 

Essa despesa de totem e funcionários fica todo pela Minha Entrada?

Sim. A apae está fazendo toda seleção, treinamento, todas as regras são da Apae, mas essas despesas é da Minha Entrada. E a arrecadação fica dentro de Tubarão né.

Nesse primeiro momento a área de atuação vai ficar no centro vai se expandir mais?

Nós vamos fazer gradativo novamente. Vamos começar do zero. Primeiro no centro, 1300 vagas mais ou menos a primeira parte. E depois vamos ampliando, primeiro fazer funcionar.  

Em oficinas também?

Não. 

Na Margem Esquerda?

Na primeira fase não, primeiro fazer funcionar. 

Na Margem Esquerda?

Na primeira fase não, primeiro fazer funcionar. Essa empresa é muito acessível, então qualquer ajuste que precise fazer eles estão abertos para fazer, diferente das empresas de fora que a gente precisava de uma mudança no aplicativo demorava mais de 15 dias. Então assim tudo que a gente vai implantar, a gente sabe que para implantar leva tempo. Temos que ter boa vontade, paciência, fazendo os ajustes que forem necessário para o sistema funcionar. É uma responsabilidade da Apae. A Apae não brinca com projetos, todos nossos projetos são extremamente sérios.  Nenhum projeto da APAE parou pela metade nós temos uma equipe que trabalha para levar todos os projetos porque nós temos uma responsabilidade com 400 famílias, 400 alunos, que só tem a Apae para tratar, para socializar, para educar. Então nosso projeto é extremamente sério e único.

Tiveram um prejuízo de quanto?

Tivemos um prejuízo muito moral, assim com as falhas, as pessoas recriminaram, criticaram muito, infelizmente poucos batem na nossa porta para ajudar ou para dar uma sugestão, mas muitos para criticar. Nós tivemos que pagar algumas coisas da operação em si, não digo que prejuízo, mas foram despesas que a gente teve que pagar. mas nada assim grave. A gente fez um contrato que não sobrasse para Apae.