Principal Últimas Em Destaque Empregados com carteira chega ao menor nível desde 2012 no Brasil
Empregados com carteira chega ao menor nível desde 2012 no Brasil

Empregados com carteira chega ao menor nível desde 2012 no Brasil

0
0

Os dados foram divulgados hoje (30) pelo IBGE. Setor privado registrou 29,4 milhões de trabalhadores formais

O menor número já registrado na série histórica, iniciada em 2012, ocorreu com carteira de trabalho assinada no setor privado, não incluindo trabalhadores domésticos, entre maio e julho de 2020. São 29,4 milhões.

É uma queda de 8,8% (redução de 2,8 milhões de trabalhadores) em relação ao trimestre móvel anterior e de 11,3% (menos 3,8 milhões), na comparação com o mesmo período do ano passado.

O número de empregados sem carteira assinada no setor privado chegou a 8,7 milhões de pessoas – um recuo de 14,2% (menos 1,4 milhão de pessoas) ante o trimestre móvel e de 25,4% (menos 3 milhões) na comparação com o mesmo trimestre de 2019.

Já o número de trabalhadores por conta própria, que soma 21,4 milhões de pessoas, teve queda de 8,4% (menos 2 milhões de trabalhadores), na relação com o trimestre móvel anterior e de 11,6% (menos 2,8 milhões) na comparação com o mesmo período de 2019.

Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada hoje (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Informalidade
A taxa de informalidade atingiu 37,4% da população ocupada – 30,7 milhões de trabalhadores informais – e, com isso, ficou abaixo do período anterior quando era de 38,8% e dos mesmos três meses de 2019, quando era de 41,3%.

Entre agosto e outubro de 2019 eram 38,8 milhões de trabalhadores informais. Isso mostra que essa população informal foi afetada pelo processo da pandemia.


Fonte: Agência Brasil

Em colaboração com o site Notisul