Principal SAÚDE Três “pacientes Covid” recebem alta do HNSC
Três “pacientes Covid” recebem alta do HNSC

Três “pacientes Covid” recebem alta do HNSC

0
0

O choro hoje foi de alegria. Pacientes, familiares e profissionais do Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Tubarão, celebraram a vida nesta segunda-feira (22), com mais três altas de pacientes graves que estavam intubados, dois deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, um na sala de estabilização. Todos, tubaronenses, com condições clínicas de ir para um leito de enfermaria aguardar o fim do tratamento.

Fernando Correa Vieira, 42 anos, deixou a unidade depois de 10 dias de tratamento pela Covid-19. O paciente deu entrada no hospital em 12 de março, conduzido pela UTI móvel do SAMU, após ser atendido em domicilio em franca insuficiência respiratória e ter sido entubado na própria residência. Apesar do quadro, reagiu ao tratamento. Ele recebeu, de pé, a esposa Roseli, a enteada Mirele e seu marido, mostrando a felicidade pela recuperação.

Sandro Stankovisch, 52 anos, paciente considerados de longa permanência, ficou mais de 20 dias internado em ventilação mecânica e enfrentou diversas complicações na luta contra o Covid-19. Mesmo assim, conseguiu vencer a doenças e sair do setor graças a persistência e a atuação da equipe multiprofissional, de extrema importância para a recuperação desses pacientes. Além de médicos e enfermeiros, o trabalho conjunto da nutricionista, do fonoaudiólogo e da fisioterapia foi essencial nas etapas de recuperação. Ele também recebeu os aplausos e a comemoração de familiares e da equipe assistencial pela vitória.

Sala de estabilização – Outro paciente que conseguiu sair da intubação e ir para enfermaria foi Volnei José Ricardo, 56 anos. Ele estava na sala de estabilização há 15 dias aguardando um leito de UTI. Apesar do estado grave, ele conseguiu melhora clínica, não necessitando mais do leito. Nos primeiros dias de internação o paciente ficou em ventilação não invasiva com pressão positiva (VNI), o que melhora os níveis de oxigenação e diminui o desconforto respiratório. Mas no dia 12 apresentou piora clinica precisando de ventilação mecânica.
Mas nesta tarde de segunda-feira (22), as filhas, Suellen e Emily puderam ver o pai e comemorar sua melhora. O paciente também aguardará na enfermaria mais alguns dias em observação.
*A Sala de Estabilização é um espaço estratégico para estabilizar pacientes críticos e/ou graves que chegam ao hospital. No caso de não ter leitos de UTI, o paciente fica sendo tratado no local até disponibilizar um leito, com todo apoio necessário.