Principal GERAL Defesa Civil e Epagri alertam para temporais nas próximas horas
Defesa Civil e Epagri alertam para temporais nas próximas horas

Defesa Civil e Epagri alertam para temporais nas próximas horas

0
0

O Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (CIRAM) da Epagri, em conjunto com a Defesa Civil do estado, emitiu um aviso sobre o forte calor previsto para esta quinta-feira (31), e a ocorrência de temporais isolados para todas as regiões.

O alerta vale para o período compreendido entre 13 e 23 horas desta quinta, quando estão previstos picos de calor com temperaturas próximas e até superiores a 40º C em alguns municípios, condição que pode trazer pancadas de chuva, com risco de temporais localizados, com atividade elétrica (raios) forte, e que podem vir acompanhados de ventania e altos volumes pluviométricos em um curto espaço de tempo (totais horários em torno de 30 mm/h), além de queda de granizo.

Toda esta previsão se deve a um sistema de convecção isolada, associado ao calor, que encontra-se em atuação no estado. Ainda de acordo com o CIRAM, estas mesmas condições devem se repetir nesta sexta-feira (1º) e no sábado, dia 2.

RECOMENDAÇÕES – Neste cenário, a Defesa Civil emitiu algumas recomendações à população, tanto para o calor quanto para as possíveis tempestades. No caso do calor, a recomendação é para que se procure manter os ambientes com temperaturas menores que 32 graus, em especial locais onde estejam idosos ou pessoas com condições de saúde crônicas; tomar banho frio; minimizar exposições diretas ao sol; manter-se hidratado, bebendo água regularmente e outros líquidos não alcoólicos; cuidar da alimentação, ingerindo preferencialmente alimentos leves, frescos e de fácil digestão, como frutas e saladas; vestir roupas folgadas e de cores mais claras.

Para o caso de tempestades, a recomendação da Defesa Civil é de que busque-se um local protegido, longe de placas, árvores, postes de energia e de objetos que podem ser arremessados pelo vento. Caso não seja possível encontrar um abrigo a tempo, agache-se com os pés juntos, com a cabeça encostada junto ao peito ou entre os joelhos, e usar as mãos para cobrir as orelhas ou sobre os joelhos. Caso você esteja na praia quando o temporal chegar, saia imediatamente da água. Por sua vez, estando em casa ou noutro local abrigado, desligue os equipamentos eletrônicos na tomada, não utilize telefone, fique longe de janelas e, caso esteja em uma estrutura de madeira, procure se abrigar no banheiro, que normalmente é feito de alvenaria e, portanto, é mais resistente.

Outra recomendação feita pela Defesa Civil diz respeito à situações de alagamentos e inundações. Nestes casos, o melhor é evitar o contato com as águas e não dirigir em áreas alagadas. Evite também transitar em pontilhões e em pontes submersas, e áreas próximas a rios e ribeirões.

Em uma situação mais extrema (enxurradas), vale a recomendação de não se ficar em locais próximos a rios e/ou ribeirões, em especial aqueles localizados em regiões de relevo acentuado, montanhoso ou de pequenos vales, pois em muitas ocasiões de temporal intenso sobre os topos e cabeceiras destes rios, pode-se gerar, de forma repentina, grande quantidade de água em um curto espaço de tempo, evento que possui grande potencial destrutivo.

Qualquer ocorrência deve ser comunicado à Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, pelo telefone 199, o Corpo de Bombeiros, pelo 193, ou ainda a Polícia Militar pelo número 190.