Principal Últimas Em Destaque DCFR deflagra a operação e prende dois suspeitos de roubo e extorsão em Tubarão
DCFR deflagra a operação e prende dois suspeitos de roubo e extorsão em Tubarão

DCFR deflagra a operação e prende dois suspeitos de roubo e extorsão em Tubarão

0
0

Os homens foram encaminhados ao Presídio Regional de Tubarão

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Combate a Furtos e Roubos (DCFR), da Delegacia de Polícia da Comarca de Tubarão, com apoio da DPCAMI e da DTCA de Tubarão, deflagrou a operação e prendeu dois suspeitos de terem praticado um roubo e uma extorsão ocorridos no dia 28 de setembro.

A Polícia Civil tomou conhecimento de que um indivíduo teria parado em um ponto de prostituição, após conversar com uma das pessoas que ali se encontravam, teve o seu óculos arrancado pelo travesti, o qual passou a exigir R$ 50,00 para que pudesse devolver o valor. Pouco tempo depois, mais duas pessoas apareceram e todos os três entraram no veículo da vítima e passaram a agredi-lo e a exigir que ele fosse ao banco sacar R$ 1.000,00, tendo a vítima conseguido fugir do local ao parar próximo a uma agência bancária. A vítima teve o seu relógio e o seu cordão de ouro roubados.

De pronto a equipe desta divisão especializada realizou diligências no intuito de identificar os autores. Foram coletadas imagens que puderam confirmar a versão da vítima, sendo possível, também, com base nelas, identificar dois dos autores.

Diante dos fatos e das provas coletadas, o Delegado Coordenador da DCFR representou pela prisão preventiva dos dois suspeitos identificados, tendo sido o pedido deferido pelo Poder Judiciário local. 

No final da tarde de hoje, uma equipe formada por policiais da DCFR, da DPCAMI e da DTCA de Tubarão, realizaram inúmeras diligências no intuito de dar cumprimento aos mandados de prisão dos dois suspeitos e, após cerca de duas horas de diligências policiais, acabaram por capturar os indiciados.

Os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Tubarão, tendo sido interrogados e indiciados pela autoridade policial e posteriormente encaminhados ao Presídio Regional de Tubarão.

Em colaboração com o HCNoticias