Principal Últimas Condenados detentos que mataram colega de cela de penitenciária em Santa Catarina
Condenados detentos que mataram colega de cela de penitenciária em Santa Catarina

Condenados detentos que mataram colega de cela de penitenciária em Santa Catarina

0
0

Três homens que mataram um colega de cela no Complexo Penitenciário de São Pedro de Alcântara, denunciados pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), foram condenados pelo Tribunal do Júri da Comarca de São José. O crime ocorreu em 2 de agosto de 2018. As penas aplicadas variam entre 17 e 22 anos de prisão.

Os detentos mataram Aldori Madruga dos Santos Filho com uma barra de ferro. Ele morreu por politraumatismo, decorrente de diversos golpes no tórax e pescoço. A morte teria sido motivada pela vítima ter traído uma organização criminosa. A perícia feita em um bilhete mostrou que outro preso, foi o mandante do crime.

As investigações demonstraram que os réus ainda ameaçaram de morte outro detento e o obrigaram a assumir o crime. Inicialmente o homem assumiu a culpa, mas os depoimentos mostraram não existir indícios suficientes de sua autoria ou participação para levá-lo ao júri. 

Em sua sustentação perante o Tribunal do Júri, a Promotora de Justiça Letícia Baumgarten Filomeno argumentou que os réus impediram a defesa da vítima, por imobilizá-lo para cometer o crime.

O Conselho de Sentença considerou os três réus culpados por homicídio qualificado – pelo motivo fútil e por impossibilitar a defesa da vítima. As penas serão cumpridas em regime inicial fechado e sem o direito de apelar da sentença em liberdade. A decisão é passível de recurso.

Com informações do Engeplus