Principal GERAL Com plano de contingência, Fucap não tem demissões
Com plano de contingência, Fucap não tem demissões

Com plano de contingência, Fucap não tem demissões

0
0

Em todos os municípios do Brasil, as atividades escolares do ensino infantil a graduação estão suspensas, de forma presencial. Assim, para não comprometer o calendário educacional ou o andamento do semestre, as instituições tiveram que se se adequar ao meio virtual. Em Capivari de Baixo, a Fucap reafirmou a referência enquanto academia, ao propor e praticar um plano de contingência que além de colaborar com o ensino, não demitiu nenhum dos 200 funcionários já contratados. Confira na íntegra a nota do Prof° Expedito Michels.

“Saudando-vos cordialmente, apresentamos considerações e informações importantes e úteis referentes ao andamento do semestre letivo 2020/1, na faculdade Capivari.
Acertada no dia 18 de março de 2020, foi decisão imediata de transferência das atividades presenciais para atividades remotas, atendendo as recomendações de isolamento social, sem prejuízo ao calendário acadêmico que segue mantido aquele aprovado pelo conselho em 2019 para o ano de 2020.
Foi mantida a remuneração dos colaboradores professores e administrativo, em sua integralidade, como incentivo à manutenção dos contratos de prestação de serviços na qualidade desejada.
Felicito toda a equipe Fucap, pela dedicação e superação marcada por elogios, já publicadas nas redes sociais e recebidos na instituição.
Quanto aos custos houve equivalência por surgirem novos custos de comunicação, tecnologias e desinfecção dos ambientes para garantir saúde dos colaboradores do quadro administrativos (desinfecção) que deu suporte técnico aos docentes.
Costumeiramente a negociação sempre foi um valor, presente nas relações entre a comunidade e a Fucap.
Considerando que os serviços tiveram continuidade de forma remota não houve prejuízo para o aluno nem para a instituição. Exceto a inadimplência por desemprego que está sendo atendida e negociada individualmente.
As atividades presenciais obrigatórias serão realizadas em junho (final do semestre), atendendo as recomendações acadêmicas do Ministério da Educação”.