Principal Últimas Classificação de risco para o coronavírus cai de grave para alto em Criciúma
Classificação de risco para o coronavírus cai de grave para alto em Criciúma

Classificação de risco para o coronavírus cai de grave para alto em Criciúma

0
0

Mudança mostra que situação melhorou em relação à pandemia e novas flexibilizações estão permitidas

Criciúma e os demais municípios da Região Carbonífera estão com a cor amarela na classificação de risco para o coronavírus, conforme mapa do Governo do Estado. A mudança mostra que a situação melhorou em relação à pandemia, o que possibilita flexibilizações em relação a percentuais de ocupação e abertura de alguns setores. 

Com a nova classificação, em Criciúma podem acontecer, por exemplo, aulas presenciais, eventos sociais, funcionamento de cinemas, teatros e museus, além de prova de roupas nas lojas e aumento da capacidade de ocupação em academias, hotéis e pousadas, shopping e indústria.

No último boletim epidemiológico de Criciúma, divulgado na noite dessa quarta-feira (21), eram 136 casos ativos de Covid-19 e 16 pessoas internadas em hospitais.

Cuidados sanitários devem ser mantidos 

Mesmo com os números em baixa, a Secretaria de Saúde alerta para que os cuidados sanitários sejam mantidos, como a utilização de álcool em gel e máscaras, além de evitar aglomerações. “Temos que manter todos os procedimentos e cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus. A queda nos números mostra que as pessoas seguem as regras sanitárias, mesmo assim não podemos relaxar”, destacou o secretário de Saúde, Acélio Casagrande.

Em colaboração com o HCNoticias