Principal Últimas Celesc investirá mais de R$27 mi em Tubarão e Capiva
Celesc investirá mais de R$27 mi em Tubarão e Capiva

Celesc investirá mais de R$27 mi em Tubarão e Capiva

0
0

Para levar mais energia ao setor produtivo e proporcionar melhor qualidade de vida para a população no sul do estado, a Celesc deu início a duas importantes obras: a Subestação (SE) Capivari de Baixo, com investimento aproximado deR$ 10,5 milhões, e a Linha de Distribuição (LD) Tubarão Sul, com aplicação de R$ 17 milhões. O presidente da companhia, Cleicio Poleto Martins, o diretor de Distribuição, Sandro Levandoski, o gerente do Departamento de Construção, Marco Gianesini e demais técnicos da empresa estiveram nesses locais para conferir o andamento dos trabalhos.

“A nova subestação fará interligação de 138 mil volts com as redes já existentes naquela área e 26MVA de potência serão acrescidos. Isso significa mais confiabilidade ao sistema elétrico, em especial da região Sul, pois a nova subestação, que deve ser inaugurada no verão 21/22, aumentará em 25% a capacidade instalada de atendimento na região, diminuindo o risco de quedas de energia no sistema elétrico nos municípios de Capivari de Baixo, Tubarão e Pescaria Brava”, conta Cleicio. A previsão é de que a obra seja concluída no Verão 2021/2022, e que entre em operação após a construção de uma nova linha de distribuição (também em 138kV) – em licitação -, que irá interligar a SE Capivari de Baixo ao sistema elétrico de alta tensão da Celesc.

“Essa obra vem somar a outras seis já entregues em nossa área de concessão nos últimos dois anos. Mais quatro obras estão em andamento e sete devem ser licitadas em breve. O expressivo resultado é fruto do trabalho de todos os empregados para levar mais confiabilidade à distribuição de energia elétrica para o desenvolvimento de Santa Catarina”, afirma o presidente da Celesc.

Na oportunidade, a comitiva também visitou a Linha de Distribuição Tubarão Sul, em 138kV, empreendimento já em andamento. A LD parte da SE Tubarão Sul RB (pertencente à EDP) e se estenderá por 12,4 quilômetros. Entre os benefícios, o diretor Sandro Levandoski aponta o alívio aos transformadores da SE Jorge Lacerda, que reduzirá a quase zero o risco de sobrecargas, garantindo mais robustez ao sistema elétrico que atende os clientes da região Sul do estado. “A nova integração também viabilizará a construção de futuras subestações da Celesc e de novos acessos que forem necessários ao progresso da região”, diz. A entrega da LD Tubarão Sul está prevista já para setembro/outubro deste ano.