Principal Blog Nilton Veronesi Alguns grupos prioritários de municípios da Amurel não chegam a 50% de vacinados
Alguns grupos prioritários de municípios da Amurel não chegam a 50% de vacinados

Alguns grupos prioritários de municípios da Amurel não chegam a 50% de vacinados

0
0

A Secretaria Estadual da Saúde, através da Superintendência de Vigilância em Saúde, manifestou preocupação pelo percentual alto de não vacinados em algumas faixas etárias. A meta era de 90% das doses enviadas, número que a maioria dos municípios da Amurel não atingiu.

O Estado pediu “mais esforço das secretarias municipais de saúde, para acesso desta população a vacina, como a realização de busca ativa e visitas domiciliares.”

Noticom entrou em contato com o diretor-presidente da Fundação de Saúde de Tubarão, Daisson Trevisol, que explicou que “uma série de fatores podem influenciar para o percentual baixo destes grupos como e o município buscará as devidas respostas ao estado.” O “secretário” alerta ainda que “idosos nestas idade que não receberam a vacina, podem recebê-la nos dias de vacinação, que ocorrem no Farol Shopping.”

Abaixo um gráfico com os dados informados pelo governo estadual, até o dia 26 de março.

Confira o texto da circular na íntegra.

Ofício Circular nº 14/2021 Florianópolis, 27 de março de 2021.

Senhores (as) Secretários (as),

A Campanha de Vacinação Contra a COVID-19 foi iniciada em Santa Catarina no dia 18 de fevereiro. Desde então, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica já distribuiu 1.018.734 de doses da vacina aos municípios catarinenses, para o atendimento dos grupos prioritários previstos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a COVID-19. A avaliação das coberturas vacinais dos municípios catarinenses, conforme balanço divulgado no dia 26/03, evidenciaram percentuais abaixo dos recomendados (90%) para a população de idosos com mais de 80 anos, mesmo com o envio da totalidade de doses para completar o esquema de duas doses recomendados. Assim, com o objetivo de promover a ampliação das coberturas vacinais nas faixas etárias de maiores de 80 anos já contempladas no início desta campanha, reiteramos a necessidade das Secretarias Municipais de Saúde envidarem os esforços necessários para acesso desta população a vacina, como a realização de busca ativa e visitas domiciliares. Solicitamos aos municípios uma justificativa para o não alcance das coberturas vacinais desta população, até a próxima quarta-feira (31/03), colocando a Gerência de Doenças Infecciosas Agudas e Imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica à disposição para esclarecimentos adicionais pelo e-mail gevim@saude.sc.gov.br e telefone: (48) 3664-7475.

Atenciosamente,

Arieli Schiessl Fialho

Gerente de Doenças Infecciosas Agudas e Imunização

João Augusto Brancher Fuck

Diretor de Vigilância Epidemiológica

De acordo,

Eduardo Marques Macário

Superintendente de Vigilância em Saúde

Ao

COSEMS e

SECRETÁRIOS MUNICIPAIS DE SAÚDE