Principal Blog Nilton Veronesi Frouxidão da PMT e da Câmara travam trânsito de Tubarão
Frouxidão da PMT e da Câmara travam trânsito de Tubarão

Frouxidão da PMT e da Câmara travam trânsito de Tubarão

0
0

Um caminhão “cegonheira” trafegava na Rua Lauro Muller, sentido Centro, quando tentou atravessar  virar a direita para tentar atravessar a “Ponte da Fragoma”. As chances de dar certo -e não precisa ser engenheiro de trânsito pra saber disso- é zero. Resultado: o veículo não conseguiu fazer a volta e simplesmente PAROU o trânsito na região central. Pior. Quando conseguiu passar arrancou fio e causou transtornos imensos.

O problema no trânsito em Tubarão não está só no número excessivo de faixas de pedestres nas avenidas Patrício Lima e Pedro Zapelini. Não está só na falta de um transporte público de qualidade. Não está só nas faltas de ciclovias e bicicletários para incentivar o uso da bike no dia a dia. Não está só na podridão dos abrigos para passageiros de ônibus. O problema é muito mais amplo…

O problema é que pra resolver todos os citados anteriormente precisamos de duas coisas: 1 – estudo que possibilite o departamento responsável fazer as mudanças necessárias para que a fluidez ocorra de forma mais, digamos, harmônica. 2 – e talvez o mais importante, um poder público atuante, atacando o problema, sem frouxidão.

Prefeitura de Tubarão e Câmara de Vereadores parecem se lixar para esse problema. Parece que os nobres edis acham que colocar nome de rua melhorará o trânsito na cidade. Há uns anos o suplente de vereador João Marcelo Fretta Zapelini, popular Joma, assumiu por alguns meses e sugeriu que se estudasse uma forma de impedir que veículos de grande porte transitassem no Centro. O “projeto” não só foi enfiado na gaveta mais funda da “Casa do Povo”, como foi alvo de piadinhas de outros vereadores e até da imprensa. Da mesma forma o executivo municipal que na gestão passada chegou a levantar a ideia de se fazer um estudo, não foi pra frente e parace que a “Gestão Ponticelli” pouco caso faz do sobre o caótico problema.

Tudo no trânsito em Tubarão é feito no achismo e às vezes para agradar meia dúzia de pessoas.

É muito blá blá blá, muita reunião e pouca efetividade. O papo é sempre o mesmo, “nossa cidade é cortada por um rio e pela BR, isso e aquilo”.

Caras pálidas os problemas já sabemos, queremos solução e parece que a atuais administração e legislatura – que chegaram gerando expectativa positiva, porém – principalmente em relação ao trânsito – é mais do mesmo.

Infelizmente cheguei a uma constatação, somos muito fracos de força política, não é a toa que levamos de relho quando o assunto é investimento de outros poderes e iniciativa privada na Cidade Azul, a cidade dos políticos frouxos.