Principal GERAL Aeroporto de Jaguaruna concentra debate em reunião das CDLs
Aeroporto de Jaguaruna concentra debate em reunião das CDLs

Aeroporto de Jaguaruna concentra debate em reunião das CDLs

0
0

Cobrar uma posição do governo do Estado para que intervenha junto as empresas aéreas para que retomem os horários de vôos no Aeroporto Regional de Jaguaruna de ida e volta a São Paulo no mesmo dia foi um dos pontos amplamente debatido na reunião da região metropolitana de Tubarão na tarde de quinta-feira (17).

O presidente da CDL Tubarão e diretor do 37º Distrito da FCDL/SC, Harrison Marcon, lembrou que as últimas notícias sobre o aeroporto não são animadoras diante da constatação de queda no número de passageiros. Para ele, isso ocorre em decorrência dos horários de vôo, que atualmente sai a tarde para São Paulo e só retorna no dia seguinte. “Temos que evitar e lutar para que ele não vire um elefante branco”, ressaltou.

Na opinião geral dos participantes, a retomada de passageiros só vai ocorrer quando houver a volta do horário anterior de ida e volta no mesmo dia. “Quem vai a negócio a São Paulo quer ir e voltar no mesmo dia”, argumentaram.

Outro assunto que esteve em pauta foi a realização de feiras itinerantes em Imaruí por falta de uma lei municipal. Segundo o diretor do 26º Distrito, Custódio Juvenal Pacheco, da CDL de Imbituba, Imaruí é o único município da região que não tem lei para coibir este tipo de feira. Diante disto, solicitou que haja uma união para se solicite ao prefeito a criação de uma. Ele também defendeu o asfaltamento da rodovia entre Imaruí e Pescaria Brava.

Segurança pública, mais efetivo policial e câmeras de videomonitoramento também foram assuntos debatidos pelos empresários, além do término da rodovia Ivana Fretta, que está bastante atrasada no seu cronograma de execução.  Os encontros ocorrem em toda Santa Catarina, promovido pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL/SC), em parceria com as CDLs, e irá culminar com um documento a ser encaminhado ao governador, Eduardo Moreira, pautado nas reivindicações de cada região.

Foto: Divulgação