Principal GERAL Taxa de esgoto começa a ser faturada a partir de maio em Braço do Norte
Taxa de esgoto começa a ser faturada a partir de maio em Braço do Norte

Taxa de esgoto começa a ser faturada a partir de maio em Braço do Norte

0
0

Os moradores do Centro e dos bairros São Basílio, Coloninha, Congo e Santa Augusta, em Braço do Norte, que receberam a rede de coleta de esgoto que faz a ligação de seus imóveis à rede, começam a ter a taxa de esgoto faturada a partir deste mês de maio e será, portanto, incluído nas faturas da Casan com vencimento em junho. A conexão adequada é fundamental para a Estação de Tratamento (ETE) operar eficientemente de forma a transformar o material contaminado em efluente capaz de retornar com segurança à natureza.

O faturamento terá de ser realizado mesmo em imóveis ainda não conectados, já que de acordo com a Lei do Saneamnto 11.445, toda construção beneficiada com o serviço público de abastecimento de água e/ou esgoto sanitário deverá obrigatoriamente interligar-se à rede. Os serviços de coleta e tratamento de esgotos têm o mesmo valor do serviço de abastecimento de água.

A estação foi inaugurada em novembro de 2017, quando entrou em pré-operação. “Agora chegou a hora de entrar de forma definitiva em operação.O efluente tratado com índices superiores a 95% de eficiência pode retornar ao rio, preservando o manancial e propiciando qualidade de vida à região”, explica o engenheiro Bruno Kossatz, gerente de Políticas Operacionais da Companhia.

Investimento em qualidade de vida

O sistema de esgotamento sanitário de Braço do Norte foi implantado com investimento de R$ ​23,5​ milhões, financiado junto à Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). As obras consolidam um importante avanço de infraestrutura, saúde e qualidade de vida para o município e beneficiam mais de 7.800 moradores da região central, com cobertura de 40% da população urbana do município.

Foto: Casan