Principal Blog Nilton Veronesi O jogo sujo no caso Unisul

O jogo sujo no caso Unisul

0
0

A Unisul vive uma crise financeira que preocupa muitos na cidade. Não é pra menos. A universidade é uma das molas propulsoras da economia de Tubarão. Sempre achei que as contas da instituição precisava de mais transparência e vou além. Penso que esse dispositivo deveria mostrar ao cidadão os privilegiados historicamente na universidade.

Na contramão disso, vejo que os atuais gestores tem tentado dar o máximo de transparência em suas ações. Nunca, digo isso como profissional de imprensa, as portas da Unisul estiveram tão abertas como agora. Nada fica sem resposta. Convincente ou não, a equipe capitaneada pelo reitor Mauri Heerdt dá a cara e não se esconde.

Vejo gente discordando do que coloquei acima. E isso é legítimo. O que não pode é alguns criminosos espalharem covardemente panfletos apócrifos acusando o presidente da Fundação Unisul Salésio Heerdt e o prefeito Joares Ponticelli de estarem armando pra vender a universidade e com isso ganhar propinas milionárias. Não estou fazendo defesa aos dois, mas suponhamos que seja verdade, porquê o “cidadão” que fez isso não procurou veículos de comunicação da cidade e expôs as provas? A resposta é simples: elas não existem. Fizeram com único objetivo, que foi manchar a imagem da universidade e de pessoas ligadas a ela. Gente que faz esse tipo de coisa é criminosa, safada, sem vergonha na cara.