Principal SEGURANÇA Assinatura de termo garante instalação de câmeras na farda policial em todo Estado
Assinatura de termo garante instalação de câmeras na farda policial em todo Estado

Assinatura de termo garante instalação de câmeras na farda policial em todo Estado

0
0

O termo de cooperação entre o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) e a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) para instalação de câmeras no fardamento foi assinado nesta sexta-feira (4), às 9h30, durante a solenidade do 183º aniversário da corporação, em Florianópolis. O 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), localizado em Tubarão, foi um dos pioneiros do projeto, que já é testado nos municípios abrangentes desde novembro de 2017.

O acordo visa a compra de câmeras policiais individuais, colocadas na lapela da farda, para pelo menos um agente em serviço em todas as guarnições do Estado e e é o primeiro realizado no Brasil. O investimento de R$ 6,4 milhões deve garantir aproximadamente 1,8 mil câmeras. Os recursos serão oriundos das transações penais, penas pecuniárias que substituem a prisão em crimes de menor potencial ofensivo aplicadas pelos juízes nas 111 comarcas de Santa Catarina. A efetiva implantação do projeto deve ocorrer em cinco meses. Isto porque haverá necessidade de licitação para a aquisição dos equipamentos e prazo para sua entrega.

“Resolvemos apoiar este projeto pois ele só traz benefícios aos envolvidos: aos bons policiais, cuja atuação será devidamente registrada; ao cidadão, que terá a garantia de abordagens cada vez mais técnicas e profissionais; e ao juiz, cuja decisão se dará baseada em fatos concretos amparados visualmente”, anotou o desembargador Rodrigo Collaço, presidente do TJ. O alvará com a liberação dos recursos foi assinado pelo desembargador Henry Petry Júnior, corregedor-geral de Justiça.

De acordo com o comandante do 5º BPM, tenente-coronel Silvio Roberto Lisboa, nos últimos seis meses foi possível traçar as diretrizes e os procedimentos padrões referentes a utilização das câmeras. “Esse período foi de ajustes e alinhamento e chegamos a um bom termo de em que momento acionar ou desligar, como descarregar as imagens, a confiabilidade e resistência do equipamento. Essas câmeras adquiridas agora pelo TJSC já virão com uma formatação que os policiais militares acham ser mais adequadas. A comunidade só tem a ganhar, que terá um policial bem mais equipado para servir e atender melhor a sociedade”, enfatiza o comandante.

Foto: Divulgação