Principal GERAL Usina termosolar pode resolver impasse sobre energia da ponte Anita Garibaldi
Usina termosolar pode resolver impasse sobre energia da ponte Anita Garibaldi

Usina termosolar pode resolver impasse sobre energia da ponte Anita Garibaldi

0
0

Laguna foi escolhida para receber a primeira usina termosolar do Brasil, por meio de recursos do programa de pesquisa e desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A confirmação ocorreu nesta quinta-feira (26) com a divulgação da empresa vencedora da licitação que executará o projeto, além da definição do local onde será instalada.

O prefeito de Laguna, Mauro Candemil, anunciou que a usina será instalada no loteamento Santa Clara, na localidade da Caputera, em uma área de 29 mil metros quadrados. Um equipe técnica de consultoria e projetista, além de diretores da Eletrosul, visitaram o local na tarde de ontem (26).

Segundo a assessoria de comunicação da Eletrosul, esse projeto experimental tem como objetivo avaliar a eficiência dessa tecnologia da usina termosolar, além de fomentar a nacionalização desta tecnologia através da capacitação de universitários, para que empresas brasileiras produzam os materiais e máquinas necessárias a este tipo de usina. Atualmente tudo é importado.

“Nosso objetivo é usar parte dessa energia gerada para abastecer a ponte de Laguna. Assim resolvemos essa questão sobre quem paga a conta de luz da ponte”, explica Candemil. A usina ocupará uma área de aproximadamente 1,5 hectare. O investimento será em torno de R$ 15 milhões, com recursos já destinados através do P&D Aneel.

O que é uma usina termosolar?

Termosolar é uma termoelétrica que utiliza a radiação solar para produzir eletricidade, diferente do sistema fotovoltaico tradicional.

Nesse tipo de sistema, em um primeiro momento se obtém energia solar térmica e só depois se utiliza esta energia para produzir eletricidade através de uma turbina ou motor.

A tecnologia utilizada em Laguna será através de cilindro parabólico. É uma energia totalmente limpa e renovável.

Foto: Divulgação