Principal GERAL Empresa estuda instalação de indústria de produção de peixes em Laguna
Empresa estuda instalação de indústria de produção de peixes em Laguna

Empresa estuda instalação de indústria de produção de peixes em Laguna

0
0

Laguna recebeu a visita, nesta quinta-feira (12), de empresários israelenses da empresa Sea Dream BSD, acompanhados de uma comitiva sob coordenação da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS), com o objetivo de conhecerem as potencialidades da cidade para instalação de uma indústria terrestre de produção de peixes.

O objetivo da empresa é instalar uma indústria de produção de Robalo da espécie European Sea Bass, segundo peixe mais cultivado em fazendas do mundo, depois do salmão. O plano de desenvolvimento prevê a construção do complexo em várias etapas, o que inclui uma fábrica de processamento de peixe, uma usina de processamento e uma fábrica de alimentos para animais.

O prefeito Mauro Candemil acompanhou durante o dia a visita dos empreendedores aos locais em que a empresa poderá se instalar e reforçou o potencial natural da cidade para o setor de pescados. “Sabemos que eles precisam estar próximos do mar e Laguna possui condições técnicas e naturais para isso”, afirmou.

A área requisitada para instalação do complexo é de 40 mil metros quadrados, com investimentos previstos de U$ 23 milhões de dólares, distribuídos para aquisição do terreno e infraestrutura, aquisição de equipamentos e desenvolvimento de aquicultura de ponta.

O CEO da empresa, Gabi Wolkinson, mostrou seu interesse em ver que Laguna possui o curso de graduação em Engenharia de Pesca, e afirmou que a universidade será grande aliada na pesquisa e desenvolvimento da indústria nesta região. “Os dois podem se beneficiar, a cidade e a empresa. Fiquei satisfeito em ver que o governo e a cidade possuem bons profissionais qualificados na área”, disse Wolkinson.

De acordo com o Diretor de Desenvolvimento Econômico da SDS, Antônio Slosaski, esse projeto pode gerar cerca de 1.500 empregos locais. “É um projeto muito importante para Santa Catarina, pois proporcionará geração de empregos e está alinhado ao desenvolvimento da economia sustentável”, ressalta.

A BSD escolheu Santa Catarina para construção de sua fábrica baseada no bom índice de bem estar econômico (IDH), além de ser o segundo maior importador de peixe fresco no Brasil. A localização e os recursos naturais de Santa Catarina fornecem a BSD todos os recursos necessários que ela precisa para operar adequadamente.

Foto: Gisele Elis