Principal SEGURANÇA Condenado por assassinato de grávida tubaronense tem pena aumentada
Condenado por assassinato de grávida tubaronense tem pena aumentada

Condenado por assassinato de grávida tubaronense tem pena aumentada

0
0

O assassino de Rayane Medeiros, 34 anos, recebeu mais oito anos de pena durante um julgamento nesta quarta-feira (11), em Tubarão. André Machado Francisco já cumpria 18 anos de pena desde 2015. A extensão é por tentativa de homicídio. O crime ocorreu em junho de 2014, quando André matou Rayane, sua ex-companheira, que estava grávida de oito meses.

No Dia dos Namorados eles haviam brigado e André saiu de casa. Poucas horas depois, Rayane foi atrás dele. Eles se encontraram na Estrada Geral da Madre, onde ele a segurou pelo pescoço até ela desmaiar e tentou ocultar seu corpo em uma vala com água, com o rosto para baixo. Porém, ela ainda estava viva e morreu afogada. O bebê, ainda no ventre, também não sobreviveu.

Após o crime, ele foi para casa da sua mãe e confessou ter matado Rayane. Ela chamou seu genro, que então convenceu André a ir até a Central de Plantão Policial (CPP) e contar para o delegado sobre o assassinato. O acusado já possuía condenação por violência doméstica, além de ser réu em outras ações penais.

Foto: Divulgação