Principal GERAL Antigo complexo ferroviário passará por reforma emergencial
Antigo complexo ferroviário passará por reforma emergencial

Antigo complexo ferroviário passará por reforma emergencial

0
0

Em uma medida emergencial e de precaução, o Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan) lançou, nesta semana, o edital de reparos da antiga estação ferroviária, no bairro Campo de Fora, em Laguna. Frequentado por cupins e vândalos, o local está abandonado. Todo o telhado e aberturas serão restaurados, os espaços abertos deverão ser bloqueados. No edital as melhorias correspondem a R$ 295.303,94, recursos do Governo Federal.

De acordo com o escritório técnico do Iphan em Laguna, a obra não é definitiva para dar uma finalidade ao espaço. O projeto de revitalização, conforme projeto apresentado dentro do PAC das Cidades Históricas, precisa ser aprovada pelo órgão federal. A Cidade Juliana foi beneficiada pelo Programa em 2009.

A ideia é manter o prédio em pé e com a estrutura firme e segura. O espaço foi entregue ao Iphan pela prefeitura em 2015. Toda a cobertura deverá ser revisada com objetivo de resolver problemas de infiltração, escoamento de água, deterioração de estrutura e de telhas, contaminação de insetos e sobrecargas nas paredes. O complexo ferroviário, composto pela estação e pelo armazém de cargas, está inserido no entorno do Centro Histórico de Laguna, com registro no livro de tombo arqueológico, etnográfico e paisagístico de 1985.

Quatro estações

Segundo dados, Laguna teve quatro estações, uma seguida da outra. A primeira foi construída no lugar denominado Campo de Fora. Longe do centro, do comércio, a estação foi finalmente trazida para a cidade em 1908. Esta segunda estação, mal cuidada, foi destruída. A ferrovia a trocou por um vagão estacionado na plataforma vazia. Este foi incendiado pouco tempo depois.

A ferrovia, então, resolveu construir uma quarta estação não muito longe do local da primeira, no tal Campo de Fora, fora da cidade, ainda. O trem de passageiros da linha principal ia e voltava pelo ramal para Laguna, sem que houvesse necessidade de baldeação na estação de saída.

O ramal não mais existe há anos, mas até 1970 os trens de passageiros ainda passavam pela estação. A erradicação oficial do ramal se deu em 28 de fevereiro de 1973, como consequência da enchente, que praticamente inutilizou a linha, já pouco usada.

Obras do PAC

– Requalificação Urbanística do Centro Histórico – 1ª Etapa – R. Raulino Horn e Largo do Rosário (concluída)
– Restauração da Casa de Anita Garibaldi (edital de licitação foi lançado dia 21 de fevereiro de 2018)
– Restauração da Casa Candemil – Arquivo Público Municipal (obra foi iniciada dia 19 de fevereiro de 2018)
– Restauração da Antiga subestação de energia – atual Casa das Artes (concluída)

Aguardam recursos

– Restauração do Casarão da Sociedade Recreativa Clube Congresso
– Restauração da Antiga Estação Ferroviária e agenciamento do entorno projeto precisa ser aprovado.
– Restauração do Casarão do Clube Blondin
– Etapa final da restauração do Casarão do Clube União Operária e anexo
– Restauração do Sobrado da Sociedade Musical Carlos Gomes

Foto: Divulgação