Principal GERAL Governador desativa ADR de Laguna e Braço do Norte
Governador desativa ADR de Laguna e Braço do Norte

Governador desativa ADR de Laguna e Braço do Norte

0
0

Com o compromisso de rigor no controle dos gastos e atuação prioritária nas áreas da Saúde e Segurança Pública, o governador Eduardo Pinho Moreira concedeu entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (21), em seu gabinete no Centro Administrativo, em Florianópolis, para falar das ações imediatas do Governo.

Moreira anunciou a desativação de 19 pontos de saída de recursos, sendo 15 Agências de Desenvolvimento Regional (ADR) e quatro Secretarias Executivas de Estado. Segundo o governador, a medida representa a redução de 185 cargos comissionados e uma economia anual de aproximadamente R$ 50 milhões. Ele falou ainda dos investimentos em obras estruturantes em andamento pelo Estado.

O governador Eduardo Pinho Moreira abriu a coletiva destacando que os gestores públicos terão um ano que vai exigir pleno controle de despesas por conta das Leis de Responsabilidade Fiscal (LRF) e eleitoral. “Nós vivemos um ano atípico em que a lei é extremamente rigorosa e nós temos que cumpri-la”, salientou Moreira ao informar que em ano eleitoral, a partir do segundo quadrimestre, todas as despesas do Governo do Estado têm que ter em caixa os recursos correspondentes para atendê-las.

Como uma das ações imediatas que implicam na redução de despesas, o governador anunciou que, por meio de decreto, serão desativadas 15 ADRs. Na região Amurel, apenas duas cidades serão afetadas: Laguna e Braço norte. As demandas serão absorvidas por outras agências, nestes casos a de Tubarão.

No âmbito do governo central, serão desativadas as Secretarias Executivas da Articulação Estadual; de Assuntos Internacionais; de Assuntos Estratégicos; e de Supervisão de Recursos Desvinculados. “Essas são as primeiras mudanças, outras medidas de redução, como a junção de secretarias, serão anunciadas a partir de março”, antecipou o governador.

Na página 14 do Plano 15

Para falar da desativação das ADRs, o governador Eduardo Pinho Moreira relembrou o plano de governo elaborado em conjunto com Luiz Henrique da Silveira para o pleito de 2002. “Na página 14 do chamado Plano 15, à época, estava prevista a criação de uma Secretaria de Desenvolvimento Regional em cada microrregião de Santa Catarina, era o início da descentralização do Governo, então hoje eu anuncio a desativação de 15 ADRs, com a legitimidade de ter ajudado a construir esse processo e, agora, com plena consciência de que sob o ponto de vista político, o gesto tem que partir do governador”, afirmou.

Foto: Julio Cavalheiro/Secom