Principal ESPORTES Atletas da equipe Impacto/FME Tubarão garantem vagas para a seletiva nacional
Atletas da equipe Impacto/FME Tubarão garantem vagas para a seletiva nacional

Atletas da equipe Impacto/FME Tubarão garantem vagas para a seletiva nacional

0
0

O desempenho da equipe Impacto/FME Tubarão na seletiva estadual para o Gymnasiade superou as expectativas. Abrindo as competições da temporada, o evento reuniu em Joinville jovens karatecas com o objetivo de representar o país na maior disputa escolar do planeta. Os seis representantes da Cidade Azul estão mais perto ainda deste feito. Carlos Xavier, Alice de Souza, Alice Miranda, Nícolas de Souza e Isadora Candido Hanel garantiram vagas para a seletiva nacional.

“Classificamos seis atletas, dois deles competindo no kata e kumitê, 50% da seleção catarinense que irá para a etapa nacional da Gymnasiade é nossa. Esse resultado aumentou muito a confiança do grupo para o próximo desafio, a Seletiva Nacional 1, que classifica os atletas para o Campeonato Sul-Americano”, comemora o treinador, Fabricio de Souza.

Em uma competição com alto nível técnico, as conquistas validam a dedicação aos treinos e aumentam a confiança para os próximos desafios. De acordo com Nícolas, a seletiva foi bem disputada, todas as categorias tiveram um grande nível, tanto físico como técnico. “Fiquei extremamente feliz por todos meus amigos de treino conseguirem esta vaga junto a mim. Além dos resultados excelentes da equipe, os meus foram acima do esperado, com as vagas no kata e kumitê. Este campeonato me deu bastante confiança e também respeito, já que um garoto de 14 anos ganhar de outros com 16 e 17 é muito difícil”, revela Nícolas.

Marcada para o dia 22 de março, a seletiva nacional que definirá os atletas escolares que representarão o Brasil na Gymnasiade promete fortes emoções. Antes disso, nos dias 1 e 2 de março, os caratecas da equipe tubaronense encaram a seletiva nacional para o Sul-Americano e nos dias 3 e 4 de março a etapa do Brasileiro.

“Esta seletiva foi uma experiência muito boa, além de ter me classificado no kata, pude ver meus erros para estar ainda mais preparada para a próxima parada: seletiva nacional em João Pessoa. Agora é treinar e treinar para dar meu melhor lá no Nordeste e também na seletiva nacional do Gymnasiade”, comenta Isadora.

Foto: Impacto/FME Tubarão