Principal ENTRETENIMENTO Cine Mussi apresenta filmes e peça teatral
Cine Mussi apresenta filmes e peça teatral

Cine Mussi apresenta filmes e peça teatral

0
0

Passada a folia de Carnaval, o Cine Mussi, em Laguna, apresenta a programação para os próximos dias. Filmes e peça estão na lista de atrações. O acesso é gratuito e a classificação indicativa segue conforme a sessão apresentada. E o primeiro filme a ser exibido será no domingo, a partir das 20h, com o título “Tudo que eu Amo”.

No longa, com classificação para 16 anos, e cerca de 95 minutos, conta-se a história de quatro amigos que tentam montar uma banda de punk rock, mas as diferentes realidades dos integrantes são afetadas pela crise social e percepções externas existentes no país. Este é um rigoroso e belo filme polonês sobre juventude, que trata de revolução e política.

Ainda no filme fala-se sobre os rumores de uma revolução na Polônia, que cresce como uma bola de neve. O ano é 1981. O movimento Solidariedade começa a ganhar força, e o povo, insatisfeito, está cada vez mais disposto a criticar o regime comunista.

O adolescente Janek (Mateusz Kosciukiewicz), filho rebelde de um policial militar, é o vocalista de uma banda de punk rock local. O jovem se apaixona por Basia (Olga Frycz), filha de um ativista político simpático ao movimento Solidariedade. Os dois se envolvem amorosamente, compartilham experiências e, é claro, discutem política. Mas Basia fica furiosa quando as autoridades militares prendem seu pai e culpa Janek pelo incidente.

Na quarta-feira, a partir das 14h15, será exibida a literatura “Causos da Serra”, do grupo Matakiterani. Livre para todos os públicos, a sessão é uma
montoeira de histórias verídicas e venéricas, ocorridas com as bandas da Serra. Grilo Seco e Testa de Lampião são dois contadores de causos que cantam, versam e narram histórias folclóricas e míticas que permeiam o imaginário popular dos moradores da Serra Catarinense, em especial da zona rural, como por exemplo as histórias de lobisomem e de assombração.

Drama
Mais tarde, às 20h, será exibido o filme “Irmã”. Na trama, após um trauma envolvendo a sua mãe, a jovem Colleen decidiu abandonar o lar e se tornar freira, cortando totalmente o contato com a família. Um dia, recebe um e-mail anunciando que seu irmão está em casa após voltar da guerra do Iraque, com sequelas no corpo. Ela decide que é hora de visitar novamente a família, e resgatar o seu passado, quando era metaleira, gótica, num lar liberal e excessivo.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Laguna