Principal GERAL Cergal é reconhecida pela Aneel como a melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil
Cergal é reconhecida pela Aneel como a melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil

Cergal é reconhecida pela Aneel como a melhor distribuidora de energia elétrica do Brasil

0
0

Na última quinta-feira, dia 1º de fevereiro, no auditório da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em Brasília, a Cooperativa de Eletrificação Rural Anita Garibaldi (Cergal) participou da cerimônia de premiação do Índice Aneel de satisfação do consumidor (Iasc) 2017, que reconhece as distribuidoras mais bem avaliadas com base na percepção do consumidor residencial. O índice é aferido por meio de pesquisa de opinião realizada com consumidores de todo o Brasil.

Na oportunidade, a Cergal foi premiada como a melhor permissionária de distribuição de energia elétrica do Brasil, na categoria acima de 10 mil unidades consumidoras, no momento também foram entregues os troféus e certificados às vencedoras, que poderão ser utilizados no material de divulgação de cada empresa juntamente com o selo Iasc.

A pesquisa foi realizada entre 19 de agosto e 1º de novembro do ano passado. Foram entrevistados 24.926 consumidores residenciais, de forma presencial e domiciliar, de 584 municípios atendidos pelas 96 distribuidoras, sendo 58 concessionárias e 38 permissionárias.

Divulgado anualmente pela Aneel desde 2000, o Iasc retrata o grau de satisfação do consumidor em relação à qualidade dos serviços prestados pelas distribuidoras de energia elétrica e tem o propósito de estimular a busca pela melhoria contínua. A ANEEL premia desde 2002 as distribuidoras mais bem avaliadas.

Há mais de 50 anos em funcionamento

A Cergal foi fundada em 10 de outubro de 1963, por pessoas ligadas aos bairros Passo do Gado, Madre e Congonhas. Na época, as comunidades ficavam afastadas do Centro e a distribuição de energia no local era precária. As atividades iniciaram em 6 de fevereiro de 1964 e até o fim daquele ano já eram sete consumidores industriais, 20 comerciais e 237 residenciais que utilizavam os serviços da Cooperativa.

Foto: Divulgação