Principal GERAL Petrobras anuncia terceiro aumento da gasolina em fevereiro
Petrobras anuncia terceiro aumento da gasolina em fevereiro

Petrobras anuncia terceiro aumento da gasolina em fevereiro

0
0

A Petrobras reajustou os preços da gasolina para as distribuidoras em 0,5% e do diesel em 0,6%. O aumento vale a partir de hoje (6). Esta foi a terceira correção neste mês. A que entrou em vigor no sábado (3) teve os mesmos percentuais, e a que passou a valer na sexta-feira (2), ficou em 0,8% para a gasolina.

Na véspera, para o dia 1º, a estatal tinha anunciado reduções nos preços dos dois produtos. A queda para a gasolina ficou em 1,5% e no diesel em 1,4%. De acordo com a companhia, a política de preços para a gasolina e para o diesel vendidos nas suas refinarias às distribuidoras tem como base o preço de paridade de importação, “que representa a alternativa de suprimento oferecido pelos nossos principais concorrentes para o mercado, na importação do produto”.

Somado a isso, a empresa informa na sua página que é avaliada a margem que considera “os riscos inerentes à atividade de importação, como volatilidade da taxa de câmbio e dos preços”. A Petrobras também informa que, em busca de convergência no curto prazo com a paridade do mercado internacional, analisa a sua participação no mercado interno e avalia frequentemente se haverá manutenção, redução ou aumento nos preços praticados nas refinarias. “Sendo assim, os ajustes nos preços podem ser realizados a qualquer momento, inclusive diariamente”, apontou.

ANP lança aplicativo com informações sobre produção de petróleo e gás

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) lançou na segunda-feira (5) o aplicativo ANP E&P, que disponibiliza à sociedade, profissionais da impensa e da indústria de petróleo e gás, investidores e estudantes informações sobre exploração e produção de petróleo e gás natural e de participações governamentais no país, desde a criação da agência, há 20 anos.

Segundo o diretor-geral da ANP, Décio Oddone, o objetivo é oferecer informação “acessível, atualizada e transparente o máximo possível”. Ele informou que deverão ser incluídos ainda no aplicativo dados como preços dos combustíveis para os consumidores. “Quanto mais for transparente, melhor”, disse Oddone.

O aplicativo está disponível para download gratuito para os sistemas Android e IOS e pode ser baixado em tablets e celulares. O custo do aplicativo, já disponível no Google Play e Apple Stor, ficou em torno de R$ 600 mil. É possível acessá-lo online e offline, sendo que, no último caso, sem acesso às notícias e fotos.

 

 

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil